quinta-feira, 12 de julho de 2018

Técnico revela que jogadores se recusaram a sair mesmo na 3ª prorrogação seguida na Copa

Croácia alcançou uma improvável final de Copa do Mundo na Rússia. E tudo com muito sacrifício por parte dos jogadores: foram três prorrogações na fase mata-mata, sendo duas disputas de pênaltis em oitavas e quartas. E mais: a seleção xadrez sempre saiu atrás do placar.
Na semifinal, porém, o time croata conseguiu vencer a Inglaterra por 2 a 1 e chegou à sua primeira final de Copa, na qual enfrentará a França, no próximo domingo, no Estádio Luzhniki, em Moscou.
O técnico Zlatko Dalic, por sinal, revelou que os titulares não quiseram sair mesmo atuando mais uma vez 30 minutos extra.
"O que nossos jogadores fizeram hoje foi incrível: sua energia, sua força. Eu queria ter substituído antes da prorrogação, mas ninguém queria sair", contou.
"Tenho que tirar o chapéu para nosso preparador físico, médico, comissão técnica. Nós não tivemos jogadores machucados. Ninguém dizia para mim 'Me tire, estou cansado'. Isso mostra caráter, e é isso que me deixa orgulhoso e feliz", falou o treinador.
Questionado sobre como evitar um novo sofrimento na decisão diante da França, Dalic brincou: "Depende de nós se marcarmos antes".
"Nós estamos mais um jogo para mostrar que estamos prontos. Vamos nos preparar. Esse pode ser um problema, o desgaste, e a França tem um dia a mais para se recuperar. Mas não temos de ter desculpas: jogamos 120 minutos, mas temos que jogar como se fosse o primeiro jogo da Copa do Mundo", disse o técnico croata.
ESPN 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial