segunda-feira, 11 de junho de 2018

Treze avança na Série D em partida decidida nos pênaltis

Em confronto pela segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro, na tarde deste sábado (9), o Treze levou a melhor e  garantiu vaga nas oitavas de final. Apesar de ter terminado com o placar empatado contra a URT-MG, no estádio Presidente Vargas, o clube paraibano se classificou nos pênaltis.
Aos 19 minutos do segundo tempo, Ceará recebeu a bola na direita, passou por um zagueiro e chutou de pé direito. A bola foi direto no canto esquerdo do goleiro, que não conseguiu evitar o primeiro gol da partida. Com esse resultado o Treze garantia a classificação, mas nos últimos minutos dos acréscimos o URT marcou.
Aos 49 minutos, um dos jogadores da URT cobrou escanteio da esquerda e o zagueiro Léo subiu sozinho para empatar o jogo. Com isso, a decisão da vaga foi levada para as cobranças de pênalti.
Pênaltis
Nas penalidades, o goleiro Mauro Iguatu foi gigante, defendeu as cobranças de Rafael e Fábio Gama, e Diego Orlando ainda mandou na trave. O Treze venceu por 3 a 2 e ficou com a vaga. Marcelinho Paraíba, Maxwell Samurai e Leandro Love converteram suas cobranças, e Silva desperdiçou. Com informações do Voz da Torcida
Ficha técnica
Treze 1 x 1 URT
Data: 09/06/2018 – 16h
Local: Estádio Presidente Vargas / Campina Grande
Competição: Série D do Campeonato Brasileiro – segunda fase (jogo da volta)
Arbitragem: Daniel Aloysius Soder;  Maurício Coelho Silva Penna e Tiago Augusto Kappes Diel (RS)
Cartão amarelo: Jô (URT)
Gol: Ceará (aos 18′ do 2ºT) para o Treze; Léo Fioravanti (aos 49′ do 2ºT) para a URT.
Treze: Mauro Iguatu, Alex Travassos, Ítalo, Nilson Júnior e Silva; Elielton, Dedé e Patrick (Marcelinho Paraíba); Leilson (Leandro Love), Ceará (Talisson) e Max Samurai. Técnico: Flávio Araújo.
URT: Marcão, Douglas Maia, Diêgo Borges, Léo Fioravanti e Diego Orlando; Lucas Pavone, Ian Augusto, Jô (Fábio Gama) e Jean Carioca (Felipe Sousa); Tarta (Wesley) e Rafael Oller. Técnico: Rodrigo Santana
T5 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial