quarta-feira, 6 de junho de 2018

Sobe 52,6% o número de mortes de jovens em dez anos na PB

O número de jovens entre os 15 e 29 anos assassinados na Paraíba cresceu 52,6% nos últimos dez anos. A constatação foi feita com dados do Atlas da Violência 2018, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado nesta terça-feira (5).
Conforme os dados, o estado saltou de 458 homicídios de jovens em 2006 para 699 em 2016, o que deixa a Paraíba no 17º estado que mais registrou aumento desse crime. Ainda segundo o Atlas, nos últimos dois anos contabilizados pelo estudo (2015 e 2016) o estado conseguiu registrar queda nas mortes de jovens, saindo de 828 para 699 casos, o que fez com que a Paraíba tenha sido o estado com maior queda percentual desses casos (15,6%).
Brasil
No país, 33.590 jovens foram assassinados em 2016, sendo 94,6% do sexo masculino. Esse número representa um aumento de 7,4% em relação ao ano anterior. Se em 2015 uma pequena redução fora registrada em relação a 2014 (-3,6%), em 2016 voltamos a ter crescimento do número de jovens mortos violentamente.
Houve aumento na quantidade de jovens assassinados em 2016, em vinte estados, com destaque para Acre (+84,8%) e Amapá (+41,2%), seguidos pelos grupos do Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe, Rio Grande do Norte e Roraima, que apresentaram crescimento em torno de 20%, e de Pernambuco, Pará, Tocantins e Rio Grande do Sul, com crescimento entre 15% e 17%. Em apenas sete estados verificou-se redução, com destaque para Paraíba, Espírito Santo, Ceará e São Paulo, onde houve diminuição entre 13,5% e 15,6%.
Considerando a década 2006-2016, o país sofreu aumento de 23,3% nesses casos, com destaque para a variação anual verificada em 2012 (9,6%) e 2016 (7,4%). No período, destoa sem igual comparativo o caso do Rio Grande do Norte, com elevação de 382,2% entre 2006 e 2016.- POSTADO POR FERNANDO COUTINHO - NAÇÃORURALISTA.COM.BR.


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial