quinta-feira, 7 de junho de 2018

Polícia investiga o que provocou acidente com ônibus em JP

A Polícia Civil ainda vai ouvir o motorista do ônibus envolvido em um acidente, que ocorreu no início da tarde dessa terça-feira (5), na Avenida Almirante Barroso, área do Parque da Lagoa, no Centro de João Pessoa. Além dele, também vão ser ouvidos passageiros do coletivo, três pessoas que se feriram no local do acidente, funcionários da empresa responsável pelo veículo e comerciantes que estavam no local.
Leia também:
O caso vai ser investigado pelo delegado Alberto Jorge, da Delegacia de Acidentes de Veículos. Ao Portal Correio, ele afirmou que recebeu os documentos da investigação nesta quarta-feira (6) e vai convocar testemunhas para depoimento. “Recebi [a documentação] hoje de manhã, mas ainda não tive condições de ouvir ninguém. Temos 30 dias para concluir o inquérito e vamos convocar todos os envolvidos para prestarem depoimento”, afirmou o delegado.
Em entrevista à TV Correio, o coronel Juceir Pereira, comandante do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPtran), afirmou que o motorista se apresentou momentos após o acidente e alegou ter passado mal antes de perder o controle do ônibus. “Ele (motorista) se apresentou aqui assim sentiu segurança. Ele foi submetido ao etilômetro (teste do bafômetro). Ele estava sóbrio e a habilitação estava dentro da legalidade. Ele alegou que ficou tonto, por problema de pressão, e perdeu o controle”, afirmou o comandante.
O caso
O acidente aconteceu com um ônibus do consórcio Navegantes, que faz a linha 602 – Mandacaru, que invadiu a Avenida Almirante Barroso e deixou pelo menos três pessoas feridas.
De acordo com a Polícia Militar, o ônibus trafegava pela via exclusiva para transporte coletivo quando o motorista perdeu o controle do veículo, que atravessou o canteiro central e invadiu a avenida e a calçada. Após atravessar o canteiro, o ônibus bateu em um táxi e em outro carro, que foi esmagado, além de colidir com um poste, que ficou pendurado na fiação.


Conforme a Polícia Militar, uma pessoa que estava dentro do ônibus passou mal e precisou ser socorrida. Além disso, outra pessoa que passava pelo local foi atingida e também foi atendida. A terceira pessoa ferida foi uma mulher que teria sido pisoteada por outras que tentaram fugir do acidente. POSTADO POR FERNANDO COUTINHO - NAÇÃORURALISTA.COM.BR


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial