quarta-feira, 27 de junho de 2018

PBGás registra crescimento de 6% no consumo médio de gás natural veicular


A Companhia Paraibana de Gás (PBGás) registrou um crescimento de 6% no consumo médio de gás natural veicular (GNV) no mês de junho em relação a maio deste ano. Segundo dados da gerência de mercados da companhia, no período de maio, o consumo médio foi de 87.159 m³/dia, enquanto junho aumentou para 92.397m³/dia.
Na avaliação da companhia, os fatores do aumento estão relacionados com os impactos da greve dos caminhoneiros, em razão da falta de combustíveis líquidos nos postos por cerca de 10 dias, fato que também ocasionou um aumento de quase 70% no número de conversões nas oficinas credenciadas ao Programa de Incentivo GNV da PBGás. A campanha ampliou, este mês, o valor do bônus para até R$ 1 mil para motoristas que converterem seus veículos para o GNV.
De acordo com o diretor presidente da PBGás, George Morais, o desabastecimento de combustíveis líquidos por mais de uma semana despertou o consumidor paraibano e gerou uma maior procura pelo GNV. “Quem estava na dúvida para converter seu veículo, certamente se convenceu da eficiência e versatilidade do gás natural, pois além de não faltar nos postos e ser distribuído por gasodutos, o GNV proporciona uma economia de 45% em relação à gasolina”, avaliou George.
O diretor técnico comercial da PBGás, Giovane Rosa, explicou que o motorista que rodar 100 km por dia ou 3 mil km por mês, economiza aproximadamente R$ 565,00 no gás natural em comparação com a gasolina, o que é bastante relevante no orçamento familiar ou na viabilidade para o negócio de motoristas de aplicativos, taxistas, representantes comerciais e frotistas.
O empresário Bruno Leão, da convertedora GNV Prime em João Pessoa, constatou que o movimento aumentou em 60% em relação ao mês de maio e que para atender os clientes com mais agilidade, adotou regime de horas extras para que o agendamento da instalação se dê em dois dias. “Estamos trabalhando para ampliar o entendimento das vantagens e os benefícios do GNV, pois, além de ser mais econômico, também oferece uma vida útil maior ao motor, já que não existe possibilidade de adulteração, ao contrário dos combustíveis líquidos”, completou.
Para receber o benefício, basta o motorista instalar o kit e o cilindro no período de vigência do Programa de Incentivo ao GNV, em convertedoras credenciadas pela PBGás em João Pessoa (New Gás, Extra Gás e GNV Prime) e Campina Grande (Maecio Serviços e EquipeGás). Também é necessário emplacar o veículo na Paraíba e obter a vistoria do Organismo de Inspeção Acreditado (OIA), também localizados na capital e Campina Grande, retirando o documento do veículo no Detran. Depois, é só comparecer na PBGás com a documentação que comprove a conversão do veículo e receber um cheque nominal de R$ 1 mil para motoristas que converterem seus veículos para o GNV com cilindros novos e R$ 800,00 para cilindros requalificados.
Mais detalhes sobre as convertedoras credenciadas e o Programa de Incentivo ao GNV podem ser consultados no endereço eletrônicowww.pbgas.com.br ou no Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) pelo 0800 281 0197 ou 117.
Regulamento da campanha:
Secom-PB 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial