segunda-feira, 25 de junho de 2018

Com gol de Mina e show de Cuadrado, Colômbia vence e elimina Polônia


Cabeça de chave do grupo H, a Polônia está fora da Copa do Mundo. Neste domingo (24), a Colômbia venceu por 3 a 0, com gols de Yerry Mina, Falcao e Cuadrado, e eliminou a seleção adversária antecipadamente na segunda rodada.
Isto acontece porque a equipe polonesa irá para a última partida da fase de grupos sem pontuar, de modo que não terá como diminuir a diferença para Japão e Senegal, que empataram por 2 a 2 mais cedo neste domingo e têm quatro pontos cada.
A Colômbia soma três pontos e ainda tem chance de disputar as oitavas de final, mas, para isso, terá de vencer Senegal na quinta-feira (28), às 11h (de Brasília), ou empatar e torcer por uma derrota do Japão diante da Polônia.

O melhor: Cuadrado


Julian Finney/Getty Images
Imagem: Julian Finney/Getty Images

Ele foi protagonista dos trocadilhos dos torcedores brasileiros com seu nome e um dos donos da partida. Cuadrado marcou aos 30 do segundo tempo, após belo lançamento de James Rodriguez, e fez o que quis em campo. Foi muito bem no 1x1 pelo lado direito do ataque, comandou as arrancadas e driblou metade dos adversários.
Cuadrado "jogou redondo", como disseram os internautas. Mas vale uma menção honrosa para Quintero e James, que não marcaram, mas serviram os companheiros. Quintero deu o passe para o segundo gol colombiano, enquanto James deu assistências para Mina e Falcao.

O pior: Pazdan


Jorge Silva/Reuters
Imagem: Jorge Silva/Reuters

Não é por acaso que o apagado Lewandowski sequer foi citado em outros parágrafos deste texto, mas o zagueiro polonês Pazdan foi pior e errou nos três gols da Colômbia. No primeiro, deu condição legal para Mina tocar de cabeça.
Posteriormente, abriu espaço para Falcao se infiltrar na área e fazer o segundo e, no terceiro, perdeu na corrida para Cuadrado. Só conseguiu parar um adversário quando se chocou feio contra James Rodriguez, na estranha cena da imagem acima.

A estrela de James e Mina


Alex Livesey/Getty Images
Imagem: Alex Livesey/Getty Images

James Rodríguez havia ficado no banco de reservas durante a derrota da Colômbia por 2 a 1 para o Japão. O meia se recuperou das dores musculares e foi titular neste domingo, assim como Yerry Mina, que estava sem ritmo e também não jogou na estreia.
Coincidência ou não, a mudança em relação ao primeiro jogo foi fundamental para a seleção colombiana. Foi de James o cruzamento que acertou a cabeça de Mina na jogada que abriu o placar aos 39 do primeiro tempo (com ajuda de Pazdan, que deu condição legal ao zagueiro). O meia ainda serviu Cuadrado no segundo tempo.

Polônia começa melhor


Richard Heathcote/Getty Images
Imagem: Richard Heathcote/Getty Images

Mesmo sem gols, os primeiros 20 minutos da partida foram de maior objetividade da Polônia. A diferença inicial obrigou a seleção colombiana a tentar esfriar o jogo duas vezes nos primeiros 7 minutos, quando Ospina e Mina caíram, alegando dores, e demoraram a levantar.

Mas a Colômbia acerta em intensidade


Thanassis Stavrakis/AP
Imagem: Thanassis Stavrakis/AP

A Colômbia se mostrou afobada nos 20 minutos iniciais, nos quais pareceu não pensar muito antes das jogadas. Em um lance aos 12 do primeiro tempo, por exemplo, o time de Pekerman chegou a dar cinco toques de primeira na bola. Errou as cinco tentativas.
Mas esta intensidade foi útil quando a seleção entendeu que precisava parar, respirar e pensar antes de agir. A partir dos 30 minutos da primeira etapa, a Polônia diminuiu seu ritmo e passou a dar liberdade para a Colômbia controlar a partida.
Foi assim que Cuadrado quase marcou aos 36 do primeiro tempo, ao driblar todos os adversários que encontrou pela frente no lado direito do ataque, descer até a linha de fundo e tocar para o gol. A defesa de Szczesny salvou os europeus.
Do outro lado, os poloneses chegaram a roubar a bola na intermediária duas vezes, aos 35 e 36, e ameaçaram engatar bons contra-ataques, mas a zaga sul-americana recuperou com relativa facilidade.

E teve dancinha!


Julian Finney/Getty Images
Imagem: Julian Finney/Getty Images

Atualmente no Barcelona, onde está longe da titularidade absoluta, Yerry Mina conquistou a torcida do Palmeiras com bom futebol e um gingado característico. O zagueiro ficou conhecido por dançar após os gols do clube paulista, de modo que os torcedores brasileiros logo se empolgaram quando o colombiano marcou e não foram decepcionados pela coreografia.
FICHA TÉCNICA
POLÔNIA 0 X 3 COLÔMBIA
Data e hora: 24 de junho de 2018, domingo, às 15h (de Brasília)
Local: Arena Kazan (Rússia)
Árbitro: Cesar Ramos (México)
Auxiliares: Marvin Torrentera e Miguel Hernandez (ambos do México)
Cartões amarelos: Bednarek e Goralski (Polônia)
Gols: Yerry Mina, aos 39 minutos do primeiro tempo, Falcao, aos 25 do segundo, e Cuadrado, aos 30 (Colômbia)
POLÔNIA: Szczesny; Piszczek, Bednarek e Pazdan (Glik); Krychowiak, Goralski, Bereszynski (Teodorczyk) e Rybus; Zielisnki, Lewandowski e Kownacki (Grosicki)
Técnico: Adam Nawalka
COLÔMBIA: Ospina; Arias, Davinson Sanchez, Mina e Mojica; Aguilar (Uribe), Barrios, Cuadrado, Quintero (Lerma) e James Rodriguez; Falcao (Bacca)
Técnico: Jose Pekerman

UOL 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial