sábado, 12 de maio de 2018

Vídeo: Trauma confirma morte de feto e grávida ainda corre risco de morte

Em entrevista na manhã desta sexta-feira (11) a direção do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, em Campina Grande, confirmou a morte do feto de 26 semanas, da mulher grávida que foi atropelada por uma retroescavadeira em Campina Grande. 
De acordo com a direção, a paciente sofreu politraumatismo e está em coma induzido. Também foi colocado um cateter para avaliar a pressão intracraniana e após 72 horas vai ser feita a retirada gradual da sedação para ter uma avaliação exata do quadro neurológico. 
O feto chegou com vida, mas devido ao trauma sofrido pela mãe, após uma ultrassom não foram detectados sinais. A vítima está sendo acompanhada por um obstetra que estuda o melhor dia para a retirada do feto, apesar disso, outro ultrassom deve ser realizado.
"O importante é salvar a vida da gestante que ainda está em estado muito grave. A paciente tende a ter uma longa permanência internada e ainda corre risco de morte", finalizou.
Assista:

Paraiba.com.br


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial