quarta-feira, 4 de abril de 2018

Empresário é suspeito de participação na compra de mandato de Leto Viana

O empresário Roberto Santiago, investigado na Operação Xeque Mate, teria participado da compra do mandato de Leto Viana, do então prefeito Luceninha, em 2013. Em coletiva de imprensa, a Polícia Federal explicou que provas há provas que justificam os mandados de busca e apreensão realizados nesta terça-feira (03).
"Estamos em fase de investigação ainda, ainda vai ser delineado e eventualmente haverá uma denúncia", disse.
Foram feitas buscas na residência e no Manaíra Shopping e encontrados documentos que reportam a pagamentos, mas que precisam ser esclarecidos.
O advogado de Santiago, Marcos Pires, afirmou que quando chegou à casa do empresário, a Polícia Federal já estava se retirando. "Nos dirigimos ao Manaíra, e pegaram uma documentação normal, mas não tem ligação aparente nenhuma com a história lá (da prisão de Leto). Só vou poder falar mais tarde quanto tiver acesso aos autos, mas estou acompanhando, nada de anormal, nenhuma ligação porque Roberto não é empregado de prefeitura e não participou de nada", disse.


Paraiba.com.br


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial