sexta-feira, 13 de abril de 2018

Cármen Lúcia recebe general e políticos em dia como presidente da República

Nesta sexta-feira (13), a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, irá ocupar a Presidência da República, em substituição ao presidente Michel Temer (MDB).
Na agenda de Cármen Lúcia nesta sexta-feira, estão previstas reuniões com a advogada-geral da União, Grace Mendonça, e com o ministro da Defesa, general Joaquim Silva e Luna.
Cármen Lúcia também recebe o presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, Jayme de Oliveira, e o senador Valdir Raupp, este último para tratar de processo sobre uma ação movida por associação de policiais de Rondônia.
Ainda não se sabe se a ministra despachará do Planalto ou de seu gabinete no STF.
O fato de ter uma ministra no cargo mais alto da República se deve a uma coincidência de viagens internacionais dos outros dois sucessores imediatos de Temer no cargo.
No mesmo dia em que o presidente Temer viajará para o Peru, onde participará da Cúpula das Américas, os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), também estarão fora do país. Maia participa de um evento no Panamá, e Eunício vai ao Japão.
A lei eleitoral proíbe de se candidatar quem assume a Presidência nos seis meses antes da eleição, fato que incentivou as viagens de Maia e Eunício, que pretendem disputar a eleição em outubro.
O presidente do STF é o próximo na linha sucessória do presidente da República, depois do presidente da Câmara e do Senado.
Temer deve voltar ao Brasil no sábado (14), reassumindo o cargo.
A assessoria de imprensa do STF não deu detalhes sobre o motivo dos encontros previstos para a sexta.
UOL 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial