quinta-feira, 5 de abril de 2018

Cantor evangélico se filia ao Avante para disputar vaga na ALPB

Cantor evangélico se filia ao Avante para disputar vaga na ALPB
O Avante segue filiando nomes importantes para a disputa eleitoral deste ano, nesta quarta-feira (04) o cantor Antônio Santo confirmou sua filiação ao partido. Natural da cidade de Patos, no Sertão do Estado, o poeta cantador de Cristo como é conhecido, vai disputar o cargo de deputado estadual.

“O partido só tem a ganhar com a filiação do poeta Antônio Santos. Ele chega para fortalecer o Avante com o seu trabalho sério e ético respeitando a família. Vai disputar o cargo de deputado estadual com grandes chances de vitória”, comentou o deputado.A ficha de filiação foi assinada pelo presidente estadual do Avante, o deputado estadual Genival Matias, pelo presidente do Avante na Capital, Márcio Alencar e também pelo deputado Tião Gomes. Matias disse que o poeta chega para fortalecer o partido e defender a bandeira do Avante na cultura e no segmento evangélico.
Antônio Santos disse que entra na política para ser o porta-voz do povo paraibano e do segmento cultural, praticando sempre a boa política.
“Sempre prestei apoio para candidatos e me decepcionei com alguns, agora eu entro na política para ser um porta voz do povo. Pela primeira vez quero colocar meu nome como pré-candidato a deputado estadual. A minha base gira em torno da boa política, ou política do bem, que traz propostas reais e projetos que respeitam  a família e o povo”, comentou o cantor.
Antônio Santos tem 8 cds gravados levando a palavra de Deus em forma de Música Típica Nordestina. Ele é radialista, locutor, produtor musical, músico, cantor e compositor.  O cantor é cristão e Membro da Igreja Assembleia de Deus.
“Como cristão vou lutar pela manutenção da família como Instituição de Deus e demais valores Cristãos. Sendo eleito, trago como prioridade a luta a favor da família da população paraibana em todos os âmbitos”, defendeu Antônio Santos.

Pbagora com assessoria


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial