sábado, 10 de março de 2018

Ricardo solta alfinetada: 'Tem gente que tá quase no caixão e não solta o negócio’

O governador Ricardo Coutinho (PSB), nesta sexta-feira (09), reafirmou que pretende ficar à frente do governo do Estado até o final do seu mandato, em dezembro de 2018, sem concorrer a uma vaga no Senado. De acordo com ele, esse sempre o foi o seu desejo.

“Venho dizendo isso desde o ano passado e repito: vou continuar. Para mim, o mais importante é o futuro do estado. Eu sei que isso é difícil na Paraíba porque tem gente que já está praticamente dentro do caixão e não solta o negócio”, disse.

“Eu, sinceramente, não pretendo chegar a 84 anos na política”, declarou Ricardo ao ser perguntado no programa Rádio Verdade, da Arapuan FM, em uma clara referência ao pré-candidato ao governo nas eleições de outubro próximo, o senador José Maranhão (MDB).

O socialista ainda garantiu que será sempre um militante e afirmou: “não existe um adversário que diga que a Paraíba diminuiu na minha gestão”. 

Ricardo ainda assegurou que a sua continuidade não tem relação com uma suposta falta de confiança sua na vice-prefeita Lígia Feliciano (PDT) e exaltou a figura do seu pré-candidato, o secretário de Recursos Hídricos, João Azevêdo (PSB).

“Não tem anda a ver com ela. Duvido que se não fosse por João, a gente não teria feito tudo o que fizemos. Como pode um estado tão pobre, onde o dinheiro se perdia na atividade-meio e agora é referência no equilíbrio fiscal, como pode? Com política e gestão pública”, arrematou.

Yves Feitosa


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial