quinta-feira, 15 de março de 2018

Ricardo Coutinho dá pistas de sua decisão de ficar ou sair do Governo do Estado: “O que está em jogo não é um mandato para mim”

Ricardo Coutinho dá pistas de sua decisão de ficar ou sair do Governo do Estado: “O que está em jogo não é um mandato para mim”
Ontem (14), durante entrevista a imprensa pessoense, o governador Ricardo Coutinho (PSB), reportando- se ao volume de obras que o governo entregará à população até dezembro, respondeu que muita coisa ainda será entregue, dando a entender que permanecerá no Governo do Estado.

“É muita coisa. Se você colocar cinco ‘Ricardo’ talvez não dê conta de tanta entrega. Só na Suplan são 148 obras, afora obras da Cagepa, do DER, da Secretaria de Recursos Hídricos. Temos outro ritmo de trabalho [em relação a gestões anteriores]”, disse RC. 

Novamente provocado pela imprensa, ontem, a falar se será ou não candidato nas eleições de outubro, o governador foi categórico: “O que está em jogo não é um mandato para Ricardo Coutinho. Comigo não funciona dessa forma. O que passa pela minha cabeça é a consolidação desse ciclo [de políticas públicas] para que ele não sofra solução de continuidade”.

Sobre seus adversários RC respondeu: “A oposição não tem discurso, não tem candidato e não tem história, e política precisa dessas coisas. Só quer acabar com as coisas que avançam no Estado, só quer derrubar um governador eleito por mais de 100 mil votos de vantagem. Eles ficaram para trás, por que são mesquinhos, fazem política para servir a eles, não para servir às pessoas”.


Pbagora


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial