sexta-feira, 2 de março de 2018

Polícia mata sete suspeitos de roubar caixas eletrônicos

Sete suspeitos morreram após uma troca de tiros com a Polícia Militar na noite desta quarta-feira (28), na Estrada Municipal Dona Isabel Grafoso Ferrão, s/n, altura da Fazenda Santa Margharida, Jardim Bela Vista, em Campinas, interior de São Paulo.
Um dos dois suspeitos que estava foragido foi localizado na manhã desta quarta-feira (1°), em um matagal próximo ao local do confronto baleado na perna e na mão. Alessandro Bernardo, de 34 anos, foi preso e socorrido a um hospital da região. Uma pessoa permanece foragida.
Quatro dos setes mortos foram identificados pela Polícia Militar. São eles: Bruno Alves de Souza, Marcos Paulo Correia de Melo, Davirlan Tenório dos Santos e Ronaldo Antunes, todos possuem passagem pela Polícia.
A ação ocorreu quando policiais militares do BAEP (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), foram informados que no local havia uma quadrilha especializada em roubo a caixa eletrônicos que pretendia realizar um roubo em Joanópolis. As viaturas foram até local e encontraram dois veículos, um com quatro integrantes e outro com três.
Os policiais deram ordem de parada, mas os suspeitos não respeitaram e tentaram fugir. Houve troca de tiros e com o primeiro carro, quatro pessoas foram baleadas e mortas. O segundo veículo com três integrantes também tentou fugir, mas foram cercados. Os três ocupantes foram baleados e morreram no local.
Os indivíduos são suspeitos de fazer parte de uma quadrilha que já explodiu bancos na cidade de Joanópolis anteriormente, bem como de terem roubado bancos nas cidades de Delfinópolis (MG), Borda da Mata e Mombuca, ambas em São Paulo, sempre fazendo uso de armamento de grosso calibre.
De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), nenhum policial foi ferido e o caso foi encaminhado para o 4° DP de Campinas, onde será registrado.
A Polícia Militar divulgou toda a apreensão: um fuzil 556; duas metralhadoras .40; uma metralhadora 9mm; duas espingardas cal 12; duas pistolas calibre 45; duas pistolas calibre 9mm; um revólver calibre 38; farta quantidade de munição de todos esses calibres e também de calibre .50; dois coletes balísticos; uma bolsa com grande quantidade de explosivos e materiais detonantes, sendo: cinco metros (aproximadamente) de cordel detonante; 1,30 metros (aproximadamente) de estopim de segurança; 13 detonadores; cerca de 26 cartuchos de emulsão explosiva; um veículo Renault Captur produto de roubo; uma pick-up Fiat Strada produto de furto.
R7 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial