domingo, 25 de março de 2018

Para alemães amistoso 'não é revanche' e elogiam Brasil: 'muito acima do time de 2014'

Depois de quase quatro anos de espera, o Brasil voltará a enfrentar a Alemanha nesta terça-feira (27). O duelo em Berlim será apenas um amistoso, caráter bem diferente do episódio que jamais será esquecido, quando, no Mineirão, a Seleção perdeu por 7 a 1 na semifinal da Copa do Mundo. Para os alemães, porém, o episódio jamais será esquecido, mas ficou no passado.
“Naturalmente a gente pode imaginar um pouco, que quando alguém tem a Copa do Mundo no próprio país e de alguma forma perde na semifinal, e o Brasil é realmente um país louco por futebol, eu acho que a pressão era enorme e de repente acontece esse resultado. Naturalmente que ele (resultado) marca, fica na memória do perdedor da partida, porque para ele a competição acaba ali. Mas para nós aquilo foi um passo rumo à final, naturalmente um passo importante olhando para trás, mas apesar disso apenas permitiu com que chegássemos à final, o que um 2 a 1 também teria igualmente permitido. A viagem ainda não tinha acabado e por isso a final (contra a Argentina) permanece para nós como o jogo mais marcante e especial. Não há nenhum sentimento ruim ou negativo da nossa parte. Não é uma revanche”, afirmou Muller, que não atuará nesta terça-feira por ter sido poupado.
GALLERY ONLY Brazil x Germany World Cup 2014 Oscar
(Foto: Robert Cianflone/Getty Images)
O meia Toni Kroos e o técnico Joachim Löw, que também estiveram no Mineirão em 2014, fizeram questão de elogiar a Seleção Brasileira.
Goal 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial