sábado, 3 de março de 2018

Lucas se reúne com secretária de Planejamento para tratar da liberação de emenda impositiva

Lucas se reúne com secretária de Planejamento para tratar da liberação de emenda impositiva

O vereador Lucas de Brito (Livres) seu reuniu, na manhã desta sexta-feira (02), com a secretária de Planejamento, Daniella Bandeira, para tratar da liberação da emenda impositiva, de autoria do parlamentar, que destinou recursos para a aquisição de equipamentos tecnológicos à Unidade Municipal de Tecnologia da Informação (UMTI) da Prefeitura de João Pessoa. Na ocasião, foi discutida a possibilidade de parcerias entre o Poder Público e demais setores da sociedade civil visando à ampliação do conceito das cidades inteligentes na Capital paraibana.
O coordenador da UMTI, Bivar Ferreira, também participou do encontro, que ainda teve na pauta a atuação da Rede Intelicidades, uma parceria da Escola do Legislativo da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) juntamente com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e o Gabinete do vereador Lucas de Brito. A ação tem o objetivo de promover a busca por soluções inteligentes para os problemas da cidade em uma perspectiva sustentável, baseada em tecnologia, criatividade e inovação.
"Nosso objetivo é o de modernizar a UMTI e permitir que ela esteja cada vez mais apta a dialogar com iniciativas da sociedade civil como a Rede Intelicidades. Acreditamos que a Prefeitura de João Pessoa pode absorver essas parcerias e passar a utilizar aplicativos que servem para transformar a gestão pública numa gestão pública colaborativa”, explicou o parlamentar ao salientar que, através da tecnologia, é possível oferecer facilidades em matérias de políticas públicas nas áreas de saúde, educação e mobilidade urbana.
Lucas de Brito, que preside a Frente Parlamentar de Acompanhamento do Plano de Ação João Pessoa Sustentável na CMJP, avaliou o encontro como positivo. "Acertamos que faremos uma audiência pública para tratar das várias iniciativas de modernização da cidade, inclusive da instalação de uma Central de Monitoramento com os recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento)".
O BID, em parceria com Caixa Econômica Federal e outras instituições, vai liberar US$ 100 milhões para a Capital paraibana numa iniciativa que prevê um plano de ação para João Pessoa pelos próximos 30 anos. "Temos a crença de que a gestão pública colaborativa, com a absorção da tecnologia, é um caminho irreversível e que vai ser a realidade da administração pública nos próximos anos. João Pessoa deve partir na frente e se preparar para este momento", completou o parlamentar.
Assessoria 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial