quinta-feira, 1 de março de 2018

Interpol localiza em Angola mais de 500 kg de cocaína que saíram do Brasil

Mais de meia tonelada de cocaína pura foi localizada no Porto de Luanda, em Angola, na África, escondida em contêineres que saíram de Santos, no litoral de São Paulo. Segundo autoridades internacionais, trata-se do mesmo carregamento que um brasileiro tentou recuperar no Marrocos, mas acabou preso em flagrante.
autônomo Márcio Ricardo de Oliveira, de 40 anos, de Cubatão (SP), é suspeito de chefiar uma quadrilha que foi desmantelada no porto marroquino de Casablanca com 541 kg da droga. Investigações apontaram que ele saiu do Brasil para recuperar a carga, que mudou de trajeto inesperadamente, para levá-la à Europa.
Após a prisão do brasileiro e de mais cinco pessoas, parte do mesmo lote de contêineres foi deslocada para que fosse transportada em outro navio, visando a entrega no destino final da carga. Eles não foram revistados, mas por pertencerem ao carregamento original, houve a suspeita de que tivessem mais cocaína escondida.
Conforme apurado pelo G1, a Interpol se mobilizou e acionou o Serviço de Investigação Criminal de Angola. O Porto de Luanda era a próxima escala da embarcação. Os contêineres com sacas de açúcar, do mesmo lote que saiu de Santos, foram desembarcados e, dentro deles, outras centenas de tabletes de cocaína estavam armazenadas.
G1 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial