sábado, 31 de março de 2018

Previsão indica chuvas fortes para JP e outras cidades do NE

pesar do sábado (31) ter começado ensolarado em João Pessoa, a capital paraibana está entre as cidades do Nordeste que podem receber chuvas volumosas até a segunda-feira (2). Chuvas ainda mais fortes podem alcançar São Luís (MA), Teresina (PI) e Fortaleza (CE), com raios e ventos no fim de semana e também na segunda (2) e na terça-feira (3).
Leia também:
Segundo informações da Climatempo, uma Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) voltou a ganhar força sobre a costa norte do Nordeste na última semana de março trazendo muita nebulosidade e chuva forte.
Em João Pessoa, as chuvas fortes começaram na quinta-feira (29) e causaram alagamentos em vários pontos da cidade. A capital paraibana recebeu, em 24 horas, quase todo o volume de chuvas esperado para o mês de março. “Foi a maior quantidade de chuva em 24 horas sobre a capital paraibana este ano, até agora”, diz a Climatempo.
Natal (RN) também teve alagamentos desde a quinta-feira (29). A chuva do feriado da sexta-feira (30) causou alagamentos em ruas e rodovias na região de Teresina.
O fim de semana de virada de março para abril é com alerta para fortes pancadas de chuva sobre o Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. O risco de chuva forte é menor em Pernambuco, mas não deve ser completamente descartado. Além de João Pessoa, as regiões de Natal e de Recife (PE) podem ter chuva volumosa até segunda-feira (2).
Conforme a Climatempo, a ZCIT não tem influência direta sobre as regiões de Maceió (AL) e de Aracaju (SE), mas essas duas capitais podem ter chuva moderada no sábado (31), por causa de outras áreas de instabilidade que avançam do mar. Sol forte e tempo seco predominam sobre a Bahia. Há previsão de pancadas de chuva para o litoral, mas não há risco de tempestade.postado por fernando coutinho
NAÇÃORURALISTA.COM.BR


Comerciante é baleado com três tiros em assalto na Capital

Um comerciante de 72 anos foi baleado com três tiros em um assalto, na praia da Penha, em João Pessoa, nessa sexta-feira (30). Ele está internado no Ortotrauma de Mangabeira, em situação grave, mas estável.
Segundo apuração da TV Correio, a vítima tinha saído do estabelecimento que gerencia na feira de peixe da Penha e teria sido seguida. Três criminosos em uma moto e um carro abordaram o comerciante em um trecho do caminho que ele seguia e anunciaram o assalto.
Os bandidos roubaram uma quantia em dinheiro e ainda atiraram na vítima. Ele foi socorrido para o hospital, onde passou por cirurgia e segue internado.
Nenhum suspeito foi preso, mas câmeras de segurança gravaram uma ação suspeita antes do crime. Um carro, que seria o mesmo usado para seguir a vítima, teria sido gravado circulando pela área. As imagens serão usadas pela polícia para prender suspeitos.postado por fernando coutinho - naçãoruralista.com.br


Familiares e amigos se despedem da jornalista Nelma Figueiredo

Começou às 17h56  desta sexta-feira (30) o velório da jornalista Nelma Figueiredo, 53 anos. As despedidas acontecem no Cemitério Parque das Acácias, onde será o sepultamento às 11 horas desta sexta-feira, 31.
Muitos jornalistas, quase todas as emissoras de TV e familiares, como o esposo, Aldo Schuler, estão presentes no local.
Nelma lutava há um ano e nove meses contra um câncer de pulmão. Ela manteve a doença em sigilo, enquanto o tratamento mostrava o avanço do mal para os ossos, cérebro e figado.
Ainda ontem, ela recebeu amigos que a visitaram em casa, no bairro de Intermares. No fim da noite, sentiu-se mal e foi levada à Unimed, onde faleceu.

Paraiba.com.br


Comerciante, Zé do Peixe, é baleado durante assalto na Praia da Penha

Um dos comerciantes mais conhecidos da Praia da Penha, Zé do Peixe, foi baleado durante um assalto, nesta sexta-feira (30). Os bandidos teriam disparados três tiros na vítima que passa por cirurgia no Ortotrauma de Mangabeira neste momento.

De acordo com informações de testemunhas, os assaltantes chegaram a levar uma quantia em dinheiro e objetos pessoais do comerciante. 

Os assaltantes que teriam chegado ao local em um carro teriam recebido ainda a cobertura de uma dupla que estava em uma moto. 

A polícia segue fazendo rondas na região na tentativa de localizar os suspeitos, mas, até agora, ninguém foi preso

Paraiba.com.br


Coronel Lima alega motivos de saúde e 'falta de condições emocionais' e não depõe à PF

O ex-coronel da Polícia Militar João Batista Lima Filho, amigo do presidente Michel Temer, não prestou depoimento na sede da Polícia Federal em São Paulo nesta sexta-feira (30). Segundo o advogado de Lima, Cristiano Benzota, o coronel alegou que, por motivos de saúde e "falta de condições emocionais", o coronel "se reservou ao direito de permanecer em silêncio".
O depoimento estava previsto para a parte da manhã, foi transferido para a tarde e depois foi cancelado.
Lima vai ficar preso temporariamente na sede da PF em São Paulo. Sua defesa disse que ele se comprometeu a prestar todos os esclarecimentos em uma data futura a ser combinada.
Lima foi preso pela Operação Skala na quinta-feira (29). Ele é apontado pela Procuradoria Geral da República (PGR) como um dos intermediários de propina que supostamente seria paga ao presidente Michel Temer no caso do decreto de portos. Lima é dono da empresa de engenharia e arquitetura Argeplan.
Como sofre problemas de saúde, na quinta, Lima deixou seu apartamento amparado por uma equipe de resgate do Samu. Desde junho de 2017, o ex-coronel apresenta atestados de saúde como resposta às intimações da PF para esclarecimentos.
O advogado Benzota afirmou que, na manhã deste sábado, a PF fez “trabalho burocrático” e repetiu que o estado de saúde do coronel “é frágil”. O ex-coronel, que tem 74 anos, já sofreu dois AVCs, um câncer e precisou retirar um rim em dezembro de 2017. Além disso, Lima precisa tomar medicamentos.
Benzota disse que Lima nega a suspeita de negociar propina em favor do presidente Temer.
Ainda neste sábado, a arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher e sócia de Lima, prestou depoimento à Polícia Federal em São Paulo, segundo informou o procurador da República Hebert Mesquita. A PF quer saber detalhes sobre a reforma da casa de Maristela Temer, filha do presidente.
G1 


Após reunir-se com o advogado, Temer se encontra com ministros no Palácio da Alvorada

Após reunir-se com o advogado Antônio Claudio Mariz de Oliveira, o presidente Michel Temer segue no Palácio da Alvorada reunido com ministros.
Mariz deixou o Palácio por volta das 15h30. Em seguida, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Sergio Westphalen Etchegoyen, chegou ao local.
A assessoria confirmou ainda a presença do ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. O subchefe para Assuntos Jurídicos da Casa Civil e ministro dos Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha, também segue no Palácio do Alvorada.
Da agenda não constam compromissos oficiais. Temer passaria o feriado em São Paulo, mas decidiu ficar em Brasília, aproveitando o feriado para tratar da reforma ministerial, que segundo o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, será anunciada na próxima semana, com a saída dos demais ministros que irão se candidatar nas próximas eleições.
Operação Skala
Ontem (29), a Polícia Federal prendeu, em caráter temporário, o advogado José Yunes, ex-assessor da Presidência da República.
As medidas foram determinadas pelo ministro Luís Roberto Barroso, relator do chamado Inquérito dos Portos, no Supremo Tribunal Federal (STF).
Além de Yunes, foram presos durante a Operação Skala, da Polícia Federal (PF), o ex-ministro da Agricultura e ex-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Wagner Rossi, e o presidente do Grupo Rodrimar, Antônio Celso Grecco. Também foi preso, em São Paulo, o coronel aposentado João Batista Lima, amigo do presidente Temer
A empresária Celina Torrealba, uma das proprietárias do Grupo Libra, que também atua no ramo portuário, foi detida em seu apartamento, no Rio de Janeiro.
Ontem o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que a prisão de pessoas ligadas ao presidente não enfraquecem o governo e que o presidente "não tem a ver com isso".
O inquérito apura o suposto favorecimento da empresa Rodrimar S/A por meio da edição do chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017), assinado por Temer em maio do ano passado.
Agência Brasil 


Secretário de Segurança afirma que investigação sobre Marielle caminha para crime político

O secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, o general Richard Nunes, declarou que as investigações referente aos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, caminham na direção de crime político.
Nesta quinta-feira (29), duas semanas após o crime, o secretário falou em uma entrevista ao programa Estúdio i, da Globonews, que até agora foram ouvidos 35 depoimentos e 70 ligações foram analisadas do Disque-Denúncia.
Segundo o secretário a munição utilizada no crime está sendo periciada pelas polícias Federal e Civil, e continua o rastreamento das ligações telefônicas. E com as 300 páginas que possui o inquérito, a principal linha de investigação é crime político.
“Não há dúvida de que a atuação política dela, que ela representa politicamente não só no momento, mas até projeção para o futuro, do que poderia representar, indica que a gente tem que ter um olhar mais acurado nessa direção. Isso é inegável. A área pessoal não tem nada a ver”, afirmou o general Richard Nunes.
“Temos dados concretos em cima de escuta telefônica, que nos indicam uma canalização para aquilo que é estratégia da investigação”.
Quem tiver qualquer informação sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, ou de qualquer outro crime, pode sempre ajudar as investigações, ligando para o Disque-Denúncia do Rio. O DDD é (21), número: 2253-1177, ou passar mensagem pelo WhatsApp: DDD também (21); número 98849-6099. As denúncias são anônimas, para proteger a identidade de quem está colaborando.

Paraiba.com.br


Diocese da Colômbia doa 250 mil hóstias para Venezuela na Páscoa

A diocese de Cúcuta, cidade colombiana próxima à fronteira com a Venezuela, anunciou a doação de 250 mil hóstias ao país vizinho para que a falta do produto não atrapalhasse a celebração da Semana Santa.
Em postagem no Facebook na última quarta-feira (28), a diocese afirma relata a entrega: “Apesar da forte chuva que caía sobre a cidade de Cúcuta, foram entregues um total de 250.000 hóstias na ponte internacional Simón Bolívar de parte da diocese de Cúcuta à Igreja Católica da Venezuela, para que, neste tempo de Semana Santa, [os venezuelanos] possam celebrar os mistérios centrais da fé cristã”.
G1 


Ato lembra mais de 40 crianças mortas em tiroteios no Rio

Um ato promovido pela organização não governamental Rio de Paz fez hoje (30) uma homenagem a 47 crianças até 14 anos que morreram em tiroteios no estado do Rio de Janeiro, de 2007 a 2018. A manifestação, que foi realizada nas areias da Praia de Copacabana, coincidiu com o primeiro aniversário da morte de Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos, que foi atingida por uma bala perdida dentro de sua escola, em Acari.
A menina estava no ginásio da Escola Municipal Daniel Piza, quando foi atingida por tiros disparados por um policial militar, que participava de uma operação na comunidade. Os policiais Fábio de Barros Dias e David Gomes Centeno foram denunciados por homicídio.
O processo corre na 3ª Vara Criminal do Rio de Janeiro e os dois respondem em liberdade, mas precisam comparecer, de tempos em tempos, ao juízo. Segundo a Polícia Militar, por enquanto, os dois estão executando trabalho administrativo, ou seja, não estão fazendo trabalho de patrulhamento ou policiamento de ruas.
“Para mim é como se tivesse sido ontem. Não vou esquecer nunca a Maria Eduarda, meu bebê. Ela estava estudando para ser aeromoça e atleta. É muita saudade. Eu durmo com a Maria Eduarda. Eu levanto com ela falando: 'mamãe, está na hora do colégio'. Minha filha não estava portando fuzil, minha filha não tava no baile dançando, minha filha estava dentro de uma escola. Os policiais chegaram e mataram o sonho da Maria Eduarda”, disse a mãe, Rosilene Alves Ferreira.
A família de Maria Eduarda pede ainda, na Justiça, uma indenização ao Estado. Os parentes também querem apoio psicológico para superar o trauma.
A Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI) ofereceu assistência jurídica à família da vítima, junto com a Defensoria Pública do Estado, mas, segundo o governo fluminense, os parentes optaram por utilizar os serviços de um advogado particular. “Na época, a pasta ainda ofereceu assistência jurídica e social aos parentes da vítima, entretanto, não manifestaram interesse. A SEDHMI reforça a disponibilidade em oferecer apoio psicológico, jurídico e social”, diz a nota.
O protesto
O ato da ONG Rio de Paz envolveu a colocação de varais com placas que traziam o nome de cada uma das 47 vítimas. Além disso, havia pertences das vítimas e manchas vermelhas na areia, que simbolizavam o sangue das crianças.
Durante o protesto, dezenas de colegas de escola de Maria Eduarda fizeram um minuto de silêncio em homenagem às crianças. Outra das vítimas homenageadas foi o menino Jeremias Moraes da Silva, morto, segundo a família, por policiais militares dentro da favela Nova Holanda.
“A gente vê um caveirão [veículo blindado da PM] entrando numa comunidade, a gente já sai correndo, porque sabe que ele vai atirar. A criança estava de costas na porta de uma irmã da igreja. Por que a polícia atirou? Não consigo ter essa resposta. Ele não estava armado, não estava com drogas, não estava com nada. [A polícia] atirou por quê? ”, disse a mãe do menino, Vânia Moraes da Silva.
Segundo o presidente da ONG Rio de Paz, Antônio Carlos Costa, muitas dessas mortes ocorreram em confrontos envolvendo a polícia. Segundo ele, as autoridades públicas não podem deixar os criminosos agirem impunemente, mas o trabalho de segurança pública deveria ser feito com mais inteligência, de forma a não fazer vítimas inocentes.
“Ninguém quer bandido solto, aterrorizando, matando. Mas ninguém quer que uma criança pague com o seu sangue o preço de uma pacificação que nunca chega”, disse.
Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Segurança informou que publicou, em agosto do ano passado no Diário Oficial do Estado, uma instrução que estabelece diretrizes para ações em localidades onde se presume que possa ocorrer elevado risco de confronto armado com criminosos. “As diretrizes foram elaboradas por um grupo de trabalho instituído em julho de 2017 e possui como primeiro princípio a preservação da vida dos moradores dessas áreas e dos policiais”.
Agência Brasil 


Barroso cita risco de destruição de prova para determinar prisão de investigados

Em despacho, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso autorizou as prisões e as buscas e apreensões da Operação Skala alegando “risco concreto de destruição de provas” e  ainda “indícios que demonstram a possibilidade de se estar diante de um esquema contínuo de concessão de benefícios públicos em troca de recursos privados, para fins pessoais e eleitorais, que persistiria por mais de 20 anos no setor de portos, vindo até os dias de hoje”.
Ontem (29), a Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Skala, no âmbito do Inquérito dos Portos, que apura as suspeitas de que agentes públicos favoreceram empresas do setor portuário com a publicação de um decreto assinado pelo presidente Michel Temer em maio do ano passado, o chamado Decreto dos Portos (Decreto 9.048/2017).
Com a publicação, o prazo para as concessões de áreas portuárias subiu de 25 para 35 anos, podendo ser prorrogado por mais 35 anos, “o que resulta impacto financeiro milionário em rendimento para as empresas envolvidas”, diz Barroso no despacho obtido pela reportagem por meio da defesa dos investigados e que está sob sigilo na Justiça. O ministro Barroso é o relator do inquérito no STF.
A PF prendeu, temporariamente, o ex-ministro da Agricultura e ex-presidente da estatal Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), Wagner Rossi. A Codesp administra o Porto de Santos. Também foram presos os principais executivos de dois grandes grupos empresariais de logística de transportes: Celina Torrealba, uma das proprietárias do Grupo Libra, e Antônio Celso Grecco, presidente do Grupo Rodrimar. Grecco é investigado como o principal articulador do esquema entre empresários do setor portuário de Santos (SP) e agentes públicos.
Investigado no mesmo inquérito, o advogado José Yunes, ex-assessor do presidente Michel Temer, também foi preso ontem, segundo o despacho do ministro, por ter usado “subterfúgios para não responder claramente aos questionamentos” quando foi intimado, no ano passado.
O coronel João Batista Lima Filho, dono da empresa Argeplan e amigo do presidente Temer, também teve a prisão temporária decretada por não comparecer a intimações para prestar esclarecimentos. Ele alega restrições de saúde que o impediram de comparecer às autoridades.
No despacho, Barroso destaca “o crescimento exponencial da empresa Argeplan nos últimos 20 anos, inclusive no setor nuclear, em parceria com a AF Consult do Brasil, o que se vê de um contrato no valor de R$ 160 milhões com a Eletronuclear para obras da Usina Angra 3”.
Justificando os pedidos de prisão, Barroso alega que “não se pode contar com a voluntariedade dos investigados ou de testemunhas para prestar esclarecimentos no interesse da investigação, inclusive e notadamente considerada a complexidade que o caso adquiriu, uma vez que pode trazer à tona fatos e esquemas possivelmente solidificados há mais de 30 anos”.
O ministro cita ainda nota técnica do Tribunal de Contas da União (TCU), em que se apontam irregularidades no Decreto dos Portos, e “planilha contábil em que aparecem, como recebedores de recursos das empresas Libra, Rodrimar e Multicargo as siglas MT, MA e L, que permitem supor sejam o Excelentíssimo Senhor Presidente da República Michel Temer, Marcelo Azeredo, presidente da Codesp entre 1995 e 1998, indicado por ele, e o amigo pessoal do senhor presidente João Batista Lima Filho”.
Ao todo, Barroso determinou a prisão de 13 pessoas envolvidas na investigação, corroboradas por manifestações da PF e da Procuradoria-Geral da República.
Ontem (30), o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que as prisões não enfraquecem o governo. “A prisão de dois amigos do presidente é uma situação em relação a qual nós ainda não temos um conhecimento específico dos motivos que levaram a ela”, disse. E completou: “Quero antes de mais nada ter conhecimento dos motivos [das prisões] e tenho a certeza de que se isso não for tratado com parcialidade, com sensacionalismo, não enfraquece o governo porque o presidente Temer nada tem a ver com isso”. Procurado pela reportagem hoje (30), o Palácio do Planalto não voltou a se manifestar.
Após a operação de ontem, a defesa de Rossi informou que o ex-ministro está aposentado há sete anos, que não atuou mais profissionalmente na vida pública ou privada e que nunca foi chamado a depor no caso mencionado. Em comunicado, a Rodrimar "esclarece que nunca pagou propina a nenhum agente público” e que disse que "todas as empresas que atuam nos portos brasileiros participaram ativamente” da construção do texto do Decreto dos Portos", mas que ele não beneficiou nenhuma empresa. Em nota, o Grupo Libra informou que já está prestando todos os esclarecimentos à Justiça.
Agência Brasil 


Hospital Metropolitano: maior unidade de saúde pública especializada em cardiologia e neurologia do NE

Falta menos de uma semana para a inauguração do Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, que passa por intenso processo de finalização dos últimos detalhes, como a instalação de grandes equipamentos e conclusão da obra. O hospital, um dos equipamentos de saúde mais modernos de todo o estado, referência em cardiologia e neurocirurgia, será inaugurado dia 4 de abril. O investimento é de mais de R$ 150 milhões, sendo 85% de recursos próprios do Estado.

“Estamos em um ritmo muito intenso de trabalho, acompanhando quase diariamente a finalização da obra e a instalação dos grandes equipamentos. No final de semana, será realizado um mutirão de trabalho e limpeza, e no próximo dia 4 estaremos celebrando essa finalização com a entrega do hospital à população paraibana. Isso me deixa muito feliz e honrada, por ter a possibilidade de fazer parte de algo tão grande e significativo para a Paraíba”, ressaltou a secretária de Saúde, Claudia Veras.

Claudia destaca ainda que o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires será o maior equipamento hospitalar público do Nordeste em sua especialização. Inicialmente terá 135 leitos, sendo destes 40 de UTI, porém, quando estiver funcionando com 100% da sua capacidade, serão 226 leitos, totalizando 60 leitos de UTI. “O hospital já vai iniciar com mais da metade do total de leitos funcionando, entre eles UTI coronariana, adulto e pediátrica. É um número bastante elevado. Sabemos que esse é um equipamento de alta complexidade, e isso é muito importante, pois a maior parte dos óbitos que acontecem são por causas cardiovasculares, ou seja, a especialização do hospital”, explicou.

Até o momento, o Hospital Arlinda Marques é a referência em cirurgias cardíacas em recém-nascidos e crianças diagnosticadas com cardiopatias congênitas. Com a inauguração do Hospital Metropolitano, estas cirurgias serão realizadas neste hospital, que já será inaugurado como referência nesta especialidade cirúrgica no estado. Segundo dados do Círculo do Coração, até o momento foram realizadas 526 cirurgias cardíacas a partir do convênio com esta ONG.

“Com a inauguração do Hospital Metropolitano, o número de cirurgias cardíacas realizadas no estado irá aumentar consideravelmente. A estratégia da Caravana do Coração permitiu o acesso ao diagnóstico das cardiopatias congênitas, mas isto requer a organização dos outros serviços e, embora tenhamos serviços conveniados com o SUS nas especialidades de cardiologia e neurologia, não possuíamos um serviço próprio, público nessas especialidades. O atendimento do Hospital Metropolitano será referenciado e atenderá a população dos 223 municípios da Paraíba.”, afirmou Claudia.

Para Claudia Veras, a entrega do hospital será emblemática para a população paraibana. “É um equipamento muito moderno que vai atender toda a população, tanto crianças como adultos. Sinto-me honrada e feliz por fazer parte deste momento. Saber que os usuários do SUS terão acesso aos melhores equipamentos, a um hospital que não deixa a desejar a nenhum hospital privado, isso é muito bonito e dá sentido a esse trabalho desafiador da gestão pública”, comentou.

Estrutura – O Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires contará com 226 leitos, sendo 60 de UTI (adulto e pediátrico), além de serviço de diagnóstico por imagem, ambulatório, UTI e UTI Coronariana e Centro Cirúrgico. O Hospital possui heliponto com 40 metros quadrados e capacidade para receber todos os modelos de helicópteros comerciais. O Hospital vai iniciar o atendimento à população com 135 leitos sendo, 26 leitos de observação, 61 de internação, 40 de UTI, 8 leitos de recuperação pós-anestésico e um centro cirúrgico com 5 salas destinadas à cardiologia e neurologia.

Serviços – Os serviços imediatamente disponíveis na unidade serão: diagnóstico por imagem, funcionando 24 horas; duas salas de radiologia convencional; duas salas de angiografia; duas salas de tomografia; uma sala de ressonância magnética; uma sala de ultrassom com Doppler e Ecodoppler Arterial; dois eletrocardiógrafos; dois ecocardiógrafos; uma sala de ergometria, eletroencefalograma e eletroneuromiografia; seis consultórios para ambulatórios em cardiologia e neurologia (pediátrica e adulto) internação; Unidade de Terapia Intensiva e Coronariana – 40 leitos, sendo 10 deles para pediatria e cinco Salas de Cirurgia.
Secom-PB 


Manoel Junior assina ficha de filiação ao PSC na próxima terça-feira

A mudança de partido do vice-prefeito de João Pessoa, Manoel Junior, que atualmente está no MDB e migrará para o PSC aconecerá na próxima terça-feira (3).
A assinatura da ficha de filiação vai contart com a presença do presidente nacional do partido, Pastor Everaldo, além do presidente estadual, Marcondes Gadelha e do pré-candidato à Presidência da República, Paulo Rabello de Castro.
Manoel Junior esteve na semana passada em Brasília, onde conversou com as lideranças nacionais do partido informando sobre sua decisão de deixar a legenda. “Eu estive em Brasília e fui justamente dizer à direção do partido que não temos condições de convivência aqui no estado de permanecer na legenda”, ressaltou o vice-prefeito.
Ele também já deixou claro que não tem interesse em disputar uma eleição proporcional, mas colocou seu nome a disposição das Oposições para concorrer na chapa majoritária.
"Para a majoritária, dependendo do apoio dos partidos e das conversas, podemos chegar a este acordo. Meu nome está a disposição", concluiu.

Paraiba.com.br


Municípios da PB vão receber mais de R$ 50,2 milhões para investir em saúde e educação

Os municípios da Paraíba irão receber R$ 50.276.368,26 para investimentos em saúde e educação. Os recursos são referentes aos repasses do Auxílio Financeiro aos Municípios (AFM). Na área da saúde, o total que deve ser liberado é de R$ 31.422.730,16. Já para a educação, o montante destinado ao estado é de R$ 18.853.638,10. O governo federal ainda prevê a liberação de R$ 12.569.092,06 para investimentos na área social, totalizando um valor de R$ 62.845.460,32.
A capital paraibana receberá R$ 3.446.790,18 para aplicação em saúde e R$ 2.068.074,11 para a educação.
Campina Grande terá uma ajuda de R$ 949.436,83 para investimentos em saúde e R$ 569.662,10 para a educação.
Para Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, a previsão de liberação é de R$ 342.830,91 para a saúde e R$ 205.698,54 à educação.
Guarabira contará com um aporte financeiro de R$ 314.261,66 para investimentos em saúde e R$ 188.557,00 para educação.
Monteiro, no Cariri do Estado, contará com uma ajuda de R$ 228.553,94 para a saúde e R$ 137.132,36 para a educação.
Os recursos que deverão ser repassadas a cada município do estado pode ser conferido no link.

Paraiba.com.br


Socialista alfineta oposição sobre expectativa de 'fica' ou 'sai' de RC: 'Está atabalhoada e perdida'


Foto: Flávio Mendes
O líder do governo na Assembleia Legislativa, Hervázio Bezerra (PSB), alfinetou a oposição ao falar da expectativa para o anúncio que o governador Ricardo Coutinho (PSB) irá fazer na próxima sexta-feira (6), quando ele irá revelar se deixa ou não o mandato para disputar o Senado.
“Isso causa uma expectativa muito grande para todos nós do PSB e cidadãos paraibanos, e principalmente, para a oposição que, com certeza, está meio atabalhoada e perdida e vai procurar um rumo após essa importante decisão do governador Ricardo Coutinho”, declarou.
O socialista ainda reafirmou seu interesse de ver Ricardo Coutinho eleito senador, mas observou que essa é uma decisão pessoal do chefe do executivo estadual.
“É uma decisão pessoal. Se você perguntar qual a minha opinião e a da maioria da população paraibana, sabemos que é ver Ricardo Coutinho senador da República”, finalizou.
Paraiba.com.br


Adolescente é executado no bairro do Tambor, em Campina Grande

Um adolescente foi executado executado a tiros, na noite desta quinta-feira (29), na cidade de Campina Grande, no Agreste paraibano.
O crime aconteceu na Rua 24 de Maio, próximo ao Cagepa, nno bairro do Tambor.
De acordo com testemunhas, o assassinato foi praticado por dois homens que estavam em uma motocicleta. Os motivos e a autoria do crime ainda são desconhecidos.
Blog de Márcio Rangel 


Quadrilha é presa suspeita de furtos a residências na zona sul da capital

Na noite dessa quinta-feira (29), durante ações desencadeadas na Operação Semana Santa, policiais militares da Força Tática do 5º Batalhão, com a orientação de PMs da COInt (Coordenadoria de Inteligência da PM), conseguiram realizar a prisão de quatro homens suspeitos de integrarem uma quadrilha que vinha realizando diversos arrombamentos a residências nos bairros do Colinas do Sul e Gramame.
Os suspeitos vinham sendo monitorados por equipes da inteligência e nessa quinta, com o apoio de policiais da Força Tática, a PM conseguiu deter os quatro no bairro de Gramame. Durante as abordagens, um deles tentou fugir, e dispensou uma arma de fogo no caminho da fuga, entretanto, foi alcançado pela guarnição e detido e a arma de fogo foi localizada e apreendida.
Em uma residência que seria de um dos detidos, os PMs encontraram ainda TVs, notebook e celulares que seriam produtos dos furtos.
Os quatro detidos de 19 e 20 anos, foram levados para central de flagrantes juntamente com o material apreendido.
Secom-PB 


Bandidos usam veículo para arrombar portas de lojas na madrugada desta sexta-feira

Bandidos utilizaram um veículo Citroën C4 com placa de Recife para arrombar a porta de uma loja, em Alagoa Grande e em Montadas, na região da Borborema.
Eles deram marcha a ré e utilizaram a traseira do veículo para arrombar a porta de uma loja de eletrodomésticos em Alagoa Grande. Eles invadiram a loja e levaram celulares, aparelhos de TV e outras mercadorias.
O grupo, composto por pelo menos cinco bandidos, seguiu, então, para a cidade de Montadas, onde, com o mesmo procedimento, arrombou uma loja de roupas e calçados. Para que a porta arrombasse, o condutor teve que dar três pancadas.
Não é a primeira vez que o comércio é alvo de bandidos que agem dessa mesma forma. O empresário, que não quis se identificar, disse estar cansado de enfrentar sempre este mesmo tipo de problema.
"Vou fazer uma barricada na frente da loja para evitar este tipo de arrombamento. O prejuízo é muito grande. Em Campina Grande já tem lojas fazendo isso, deve funcionar", desabafou o comerciante, que não quis se identificar.

Paraiba.com.br


Dupla é presa em flagrante após arrombamento a agência bancária na Paraíba

Dois homens foram presos em uma tentativa de arrombamento a uma agência bancária na madrugada desta sexta-feira (30), em Campina Grande, no Agreste paraibano.
De acordo com a Polícia Militar (PM), uma ligação anônima denunciou a movimentação suspeita por trás da agência do Banco do Brasil do bairro São José. No local, os policiais encontraram dois homens, de 21 e 25 anos, dentro da agência.
Com a dupla, uma mochila foi encontrada com vários materiais, entre eles, pés de cabra, duas chaves de fenda, alicate, marreta, furadeira e luvas, que segundo a polícia foram usadas para violar as portas do banco.
Os homens naturais do estado do Mato Grosso foram encaminhados para a Central de Polícia da cidade. Os acusados já possuem passagem por outros crimes patrimoniais realizados em diferentes estados.

paraiba.com.br


Sudema classifica 50 praias do litoral paraibano como apropriadas para banho

A Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) classificou 50 praias do litoral paraibano como apropriadas para o banho. Nelas, a qualidade da água varia entre excelente, muito boa e satisfatória. 
De acordo com o relatório semanal, em João Pessoa, continua imprópria para o banho a praia do Bessa I, na Avenida Presidente Afonso Pena, em frente ao estabelecimento comercial Sorveteria Friandise, próximo ao maceió da praia do Bessa. Na praia de Manaíra, também continua impróprio o trecho 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da galeria pluvial no final da Ruy Carneiro/Bahamas. Já na praia da Penha, é bom evitar o banho 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da desembocadura do rio do Cabelo. Na praia do Seixas, não deve se tomar banho em frente à galeria de água pluvial do farol do Cabo Branco (100m à direita e 100m esquerda) e 100 metros à esquerda e 100 metros à direita da desembocadura da galeria pluvial na Rua dos Pescadores. E na praia do Arraial, recomenda-se evitar o banho 100 metros à direita e 100 metros à esquerda da desembocadura do rio Cuiá.
Já no município de Pitimbu, os banhistas devem evitar a praia do Maceió, 100 metros à direita e à esquerda da desembocadura do Riacho Engenho Velho.
A Sudema ainda recomenda aos banhistas que evitem os trechos de praias localizados em áreas frontais a desembocaduras de galerias de águas pluviais, principalmente se houver indício de escoamento recente.
A equipe da Coordenadoria de Medições Ambientais da Sudema divulga, uma vez por semana, a situação de balneabilidade das 56 praias, por meio de coleta de material para análise nos municípios costeiros do Estado. Em João Pessoa, Lucena e Pitimbu, que são praias localizadas em centros urbanos com grande fluxo de banhistas, o monitoramento é semanal. Nos demais municípios do litoral paraibano a análise é realizada mensalmente.
Secom-PB 


Porto de Cabedelo registra aumento de 40% na movimentação em relação a março de 2017

A movimentação do Porto de Cabedelo no mês de março registrou um aumento de 40% em relação ao mesmo mês do ano passado. Ao todo foram movimentadas 121.743 toneladas nos últimos 30 dias, enquanto no mesmo período de 2017, foram movimentadas 87.056 toneladas. O terminal paraibano já havia registrado um aumento de 23,98% no mês de fevereiro, também em relação ao mesmo mês do ano passado.
Somente do coque de petróleo (petcoke) foram importadas dos Estados Unidos mais de 60 mil toneladas. Parte dessa carga teve como destino final o Estado do Pará, operado por uma empresa que passa a importar o produto por meio do Porto de Cabedelo.
Além do petcoke, outras 48.228 toneladas de derivados de petróleo (diesel e gasolina) passaram pelo porto da Paraíba. O combustível que chega pelo porto abastece todo o Estado da Paraíba, além de algumas cidades de estados vizinhos como Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará.
12.805 toneladas de trigo também foram importadas da Argentina pelo Porto de Cabedelo.
Os resultados positivos do Porto de Cabedelo são provenientes dos investimentos que vêm sendo feitos pela Companhia Docas e pelo Governo do Estado.

Secom-PB 


Inscrições abertas:Concurso oferece 20 vagas em Hospitais Universitários da Paraiba

Vinte vagas estão sendo oferecidas nos Hospitais Universitários de João Pessoa, Campina Grande e Cajazeiras  no concurso que está sendo oferecido  pela  Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e cujas inscrições já estão abertas e seguem até o dia 10 de abril.
O certame oferece 16 vagas para médicos de 15 especialidades diferentes e uma vaga para enfermeiro na área de cardiologia. As inscrições para esses cargos começaram nesta quarta-feira (28). Para estes cargos, o valor da taxa de inscrição é de R$ 252.
Além da área médica, o concurso da Ebserh tem vagas para cargos assistenciais e administrativos. Para o setor administrativo, a Ebserh oferece duas vagas na Paraíba, no Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa. As vagas são para jornalista e relações públicas.
Já para o setor assistencial, o certame apresenta uma vaga para pedagogo, no Hospital Universitário Júlio Maria Bandeira de Mello da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Cajazeiras. Para todos os cargos, as inscrições podem ser feitas pela internet, através do site da organizadora do concurso destinado apenas para a área específica.
O concurso será realizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/Cebraspe), onde pode ser acessado o edital.
A Ebserh é uma estatal vinculada ao Ministério da Educação, responsável pela administração de 39 hospitais e pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf). Emprega mais de 25 mil pessoas e é a quinta maior estatal do país.

Paraiba.com.br


Governo autoriza reajuste no preço de medicamentos em até 2,84%

A partir deste sábado (31), haverá reajuste nos medicamentos, autorizado pelo governo federal em até 2,84%.
O aumento foi publicado nesta quinta-feira(29), em uma edição extraordinária do Diário Oficial da União (DOU), em resolução da Cmed (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos).
O reajuste será de 2,09%, 2,47% ou 2,84%, conforme o tipo do medicamento. Os índices estão abaixo da inflação de 2017, que foi de 2,95%.
O Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma),  explica que o reajuste atualiza a tabela de PMC (Preços Máximos ao Consumidor), mas não provoca aumentos automáticos nem imediatos nas farmácias e drogarias.
Segundo a entidade, cerca de 13 mil apresentações de medicamentos disponíveis no mercado varejista brasileiro devem ser atingidos pelo reajuste.

PARAIBA.COM.BR


Aos 95 anos, idosa segue tradição e não toma banho na Semana Santa

Na casa da aposentada Angélica Ribeiro da Silva, de 95 anos, todo mundo tem que seguir à risca às tradições da Semana Santa. Católica fervorosa, ela não toma banho, não pega em dinheiro, nem varre a casa nos dias santos. Lá, na Quinta e Sexta-feira Santa ninguém faz nada, só esta liberado fazer orações.
“Na Semana Santa não tomo banho, não varro casa, não me incomodo com a vida dos vizinhos, vivo da minha maneira. Nasci e me criei vendo meu pai viver a Semana Santa, como santa mesmo, não consentia ninguém jogar, fazer farra, brincar, fazer os afazeres domésticos e mantenho essa rotina até hoje. Essa roupa que estou vou ficar até o final da Sexta-feira Santa”, diz a aposentada.
Angélica exige também que seus antigos costumes católicos sejam preservados em casa. O filho José Ramos de Araújo, de 65anos, aprendeu isso desde pequeno. Então, nesse período dorme em uma cama separada da esposa e também não recebe, cobra ou paga contas.
Ramos vive com a mãe em uma casa na Rua Benjamin Constant, bairro do Colégio, em Cruzeiro do Sul e diz que foi criado na rotina de não tomar banho, não dormir junto com a mulher nos dias santos.
“A partir de quinta, eles só voltavam a dormir juntos no Sábado de Aleluia. Eu ainda mantenho essa tradição, não mantenho relação sexual com minha esposa neste período, dormimos separados. Quando você está doente, você fica dois três dias sem manter relação, então, porque que nos dias sagrados não podemos manter essa tradição?”, justifica Ramos.
G1 


internado desde quarta-feira, Maluf chega a SP para cumprir prisão domiciliar

O deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) deixou hoje (30) o Hospital Ortopédico e Medicina Especializada (Home), em Brasília, e seguiu para São Paulo, onde, cumprirá prisão domiciliar. Maluf estava internado desde quarta-feira (28), devido a dores lombares e infecção no pulmão.
De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o deputado deixou o local às 11h40. O boletim médico diz que o político, de 86 anos, apresentou "melhora significativa do quadro álgico lombar irradiado".  O boletim explica ainda que, após exames, foi constatada uma infecção no pulmão esquerdo e que Maluf  está sendo tratado com antibiótico.
O hospital acrescenta que o deputado "tem indicação de continuidade do tratamento e realização de novos exames" e que "optou por fazê-lo na cidade onde reside". O médico particular da família acompanha Maluf na viagem.
Condenação
Maluf  foi condenado no ano passado pelo crime de lavagem de dinheiro e cumpria pena no Presídio da Papuda, em Brasília. Por decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, o deputado agora cumprirá prisão domiciliar em São Paulo.
Desde que foi preso, em 22 de dezembro do ano passado, Maluf tenta obter o direito de cumprir sua pena em regime domiciliar, tendo como argumento sua idade avançada e seu estado de saúde debilitado, incluindo problemas cardíacos e de locomoção.
A Justiça, no entanto, havia negado os pleitos. A rejeição mais recente foi proferida pelo ministro Jorge Mussi, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), que no início deste mês entendeu não haver urgência para que Maluf saísse da prisão, negando uma liminar (decisão provisória) que havia sido solicitada pela defesa.
Agência Brasil 


Confronto com Exército de Israel na fronteira de Gaza deixa palestinos mortos

Cinco palestinos que participavam de atos na Faixa de Gaza, perto da fronteira de Israel, foram mortos nesta sexta-feira (30) pelo Exército de Israel, segundo o Ministério da Saúde local. Centenas ficaram feridos.
Um protesto de seis semanas teve início nesta sexta-feira. O ato, chamado de "Marcha do Retorno" foi convocado pelo Hamas, grupo que comanda a Faixa de Gaza. Milhares de palestinos se reuniram em cinco acampamentos em diferentes locais da região.
Um palestino, identificado como agricultor da região, havia sido morto antes das manifestações.
Tendas de campanha foram montadas a uma distância de cerca de 700 mestros da fronteira, mas os manifestantes palestinos têm realizado demonstrações a cerca de 200 metros do território israelense, diz a agência Efe.
Segundo testemunhas, do lado israelense é possível ouvir disparos e ver muita fumaça, enquanto em Gaza há várias ambulâncias.

Israel responde

No Twitter, a conta oficial das Forças Armadas de Israel afirmam que 17 mil palestinos estão concentrados em cinco acampamentos "ao longo da barreira de segurança da Faixa de Gaza".
"Os manifestantes estão jogando pneus em chamas e jogando bombas caseiras e pedras na barreira de segurança e em soldados das Forças Armadas, que estão respondendo com meios de dispersão de revoltas e atirando contra os principais instigadores", diz a mensagem.
A Marcha do Retorno está prevista para continuar até o dia 15 de maio.
G1 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

Editorial