quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Toyota RAV4 derruba Honda CR-V como SUV mais vendido do mundo

Honda e Toyota estão em pé de guerra e não é de hoje. As duas marcas japonesas – capazes de provocar um Fla-Flu automotivo quando são tema de discussão no Brasil – estão disputando palmo a palmo não apenas o mercado de sedãs, com o Honda Civic e o Toyota Corolla, mas também no segmento de SUVs, o que mais cresce no mundo. 
Saiu o ranking global dos SUVs mais vendidos e temos uma mudança importante. Com um aumento de 10,1% nas vendas, o Toyota RAV4 roubou o primeiro lugar do Honda CR-V, que teve uma ligeira queda de 0,8%. Segundo os números da consultoria Focus2Move, o RAV4 vendeu 800.676 unidades no ano passado, contra 754.417 do CR-V. 
Honda CR-V: com pequeno mercado no Brasil, o SUV japonês perdeu o primeiro lugar e emplacou 754.417 unidades
Divulgação
Honda CR-V: com pequeno mercado no Brasil, o SUV japonês perdeu o primeiro lugar e emplacou 754.417 unidades
Um dado interessante no ranking global é que dos 10 SUVs mais vendidos do mundo, nenhum faz grande sucesso no Brasil. Por questões de estratégia e característica de mercado, a Toyota prefere concentrar seus esforços no SW4 (plataforma da picape Hilux) do que no RAV4. E mesmo para o futuro próximo o RAV4 não aparece oficialmente como o carro que ganhará atenção da marca, que faz testes com o estiloso crossover híbrido C-HR e namora o Daihatsu DN Trec, do mesmo grupo. Quanto à Honda, continua apostando suas fichas (com sucesso) no HR-V, um SUV compacto. 
Volkswagen Tiguan: depois que mudou de geração, foi o que mais cresceu entre os top 10, com aumento de 37,5% nas vendas
Divulgação
Volkswagen Tiguan: depois que mudou de geração, foi o que mais cresceu entre os top 10, com aumento de 37,5% nas vendas
O mesmo acontece com o terceiro SUV mais vendido do mundo, o Volkswagen Tiguan. Com um expressivo crescimento de 37,5% nessa nova geração, o Tiguan vendeu 718.773 unidades em 2017, mas no Brasil deixou de ser o principal foco da Volks no mercado de SUVs. Todas as fichas serão apostadas no T-Cross, um SUV compacto que usa a mesma plataforma da dupla Polo/Virtus, para ser o carro de volume nesse segmento.
Em quarto lugar aparece o Hyundai Tucson, que registrou uma pequena queda de 4% nas vendas, mas conseguiu emplacar 619.622 unidades. No Brasil, para se ter uma ideia, o Tucson tem três gerações diferentes vendidas ao mesmo tempo: a atual com o nome de New Tucson, a anterior com o nome de ix35 e a antecedente com o nome de Tucson. Essa estratégia, aliás, mostra como o consumidor brasileiro é pouco exigente na hora de comprar um carro zero km, pois não temos conhecimento de que haja outro lugar do mundo no qual três gerações do mesmo carro convivam ao mesmo tempo no mercado. 

A cópia chinesa do Audi Q5 

Haval H6:  SUV da Great Wall aproveitou o tamanho de seu mercado para ficar na quinta posição no ranking de vendas
Divulgação
Haval H6: SUV da Great Wall aproveitou o tamanho de seu mercado para ficar na quinta posição no ranking de vendas
Se o Audi Q5 – por ser um carro de luxo – está distante do ranking dos mais vendidos, sua cópia chinesa, o Haval H6, vai muito bem, obrigado. Esse carro, fabricado pela Great Wall (Grande Muralha) manteve-se como o quinto SUV mais vendido do mundo, apesar de ter recuado 12,7% nas vendas de 2017, que fecharam em 506.853 unidades. 
Nissan Rogue: um dos seis carros japoneses entre os 10 mais vendidos, esse SUV foi feito para o mercado dos Estados Unidos
Divulgação
Nissan Rogue: um dos seis carros japoneses entre os 10 mais vendidos, esse SUV foi feito para o mercado dos Estados Unidos
Três Nissan aparecem na sexta, sétima e oitava posições. Mais uma vez, nenhum deles é vendido no Brasil, que tem no Kicks um carro em grande crescimento no mercado (mas é um projeto para a América Latina e não global). Pela ordem, os SUVs mais vendidos da Nissan são: Qashqai (498.235 unidades), Rogue (449.259) e X-Trail (430.325). Dos três, o que mais cresceu foi o Rogue, destinado ao mercado dos EUA. O Qashqai teve um aumento de 10,3% nas vendas e o X-Trail subiu 3,1%. 
Outro conhecido dos brasileiros ficou em nono lugar. Trata-se do Kia Sportage, primo do Hyundai Tucson. Porém, o Sportage foi o que mais caiu entre os 10 primeiros da lista, perdendo 15,9% das vendas. Mesmo assim, conseguiu licenciar 425.178 unidades.
Finalmente, fechando a lista dos 10 SUVs mais vendidos do mundo, aparece o Mazda CX-5, que cresceu 13,1% e emplacou 410.468 unidades. Não será surpresa se o CX-5 ultrapassar o Sportage este ano, confirmando a incrível supremacia japonesa nesse segmento. Apesar de a Mazda estar fora do mercado brasileiro (e não existem planos para sua volta), ela tem boa 
presença no México. Assim, dos 10 SUVs mais vendidos no mercado global, seis são japoneses, dois são coreanos, um é alemão e um é chinês. Mas a grande batalha é mesmo entre a Honda e a Toyota.

IG 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial