segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

O retrato do abandono da Capital pelo prefeito Cartaxo

Andar no centro de João Pessoa se tornou um verdadeiro vexame, pois impera a sujeira e total descaso com tudo que se observa.No centro se observa engraxates tomando os poucos bancos existentes e espalhando o seu material, vendedores ocupando todos os espaços, principalmente ali na Rua Visconde de Pelotas, cujas grades dos viaduto se tornaram  mostrurio para roupas e outros artigos para venda.
Defronte a tradicional Igreja da Misercórdia, ocorre a mesma coisa, o seu gradil serve hoje para mostruário até de peças intimas e na sua frente parece uma feira livre de frutas e atpé banca de jogo do bicho, impedindo a visão de todos e até mesmo uma simples foto que algum turista quira tirar da bela edificação.
No Varadouro a coisa é bem pior, pois como não é uma área de muita visibilidade o abandono por parte da Prefeitura é total. Só para se ter uma ideia,uma das mais antigas ruas de nossa capital a 5 de Agosto, há anos, tal via foi parcialmente destruida, com todas as pedras arrancadas, em razão das águas das chuvas e por se tratar de uma via estreita, os carros estacionam a sua esquerda e pela outra parte livre, em razão dos estragos, só é possivel subir até a Rua Maciel Pinheiro se for de trator. (blogdopedromarinho)
Igreja da Misericordia no centro, suas grades se tornaram exposição de calcinhas, cuecas e outros
Estamos tratando aqui da parte histórica, onde teve início a nossa cidade e do tradicional Ponto de Cem Reís, locais sempre a vista de todos, mas o pior mesmo se verifica nos bairros perifericos, totalmente ignorados pelo Prefeito Luciano Cartaxo e pelos seus secretários e assessores, que aliás, jamais são vistos nas ruas, verificando os muitos problemas existentes. postado por fernando coutinho naçãoruralista.com.br
Os mostruarios de vendas na Rua Miguel Couto são amarrados as grades do viaduto


Como caminhar as calçadas tomadas por roupas


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial