domingo, 25 de fevereiro de 2018

Auto Esporte e Atlético-PB empatam em Almeidão praticamente vazio

Foto: Raniery Soares / Paraíba Press
Em um Almeidão praticamente vazio, Atlético de Cajazeiras e Auto Esporte empataram em 2 a 2 neste sábado (24). O jogo em João Pessoa foi válido pela nona rodada do Campeonato Paraibano.
O primeiro tempo da partida entre Auto Esporte e Atlético de Cajazeiras foi equilibrado, mas fraco tecnicamente. Poucas foram as vezes que os times levaram perigo de gol ao adversário e a disputa por posse de bola acabou resultando em vários cartões amarelos. Carlão, do Auto Esporte; Renan, Alyson e Aleff, do Atlético foram os jogadores penalizados. O último cartão foi aplicado logo após o time visitante abrir o placar do jogo, aos 41 minutos. Na comemoração do gol, Aleff tirou a camisa e por isso recebeu a punição.
No início da segunda etapa, Duílio quase aumentou a vantagem para o Atlético, em chutaço de fora da área. A bola passou muito perto e assustou o goleiro Vladimir. Apesar disso, o Auto Esporte conseguiu se organizar. Aos 24 minutos, Biro-Biro aproveitou uma falha do zagueiro Renan, tomou a bola para si e fez o gol de empate.
Tanto Atlético, quanto Auto Esporte continuaram engajados para conseguir o terceiro gol, mas acabaram não conseguindo.
Com o resultado, o Auto – já matematicamente garantido no quadrangular do rebaixamento – chegou aos 2 pontos e segue na lanterna do Grupo A. O Alvirrubro volta a entrar em campo na próxima quarta-feira (28) para concluir o jogo com o Serrano, que foi interrompido aos 10 minutos do segundo tempo por falta de médico e policiamento, na oitava rodada. Depois, no próximo domingo (04), encara o CSP, no Estádio Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, em partida válida pela última rodada do estadual.
Já o Atlético, soma 8 pontos e ocupa a 3ª posição do Grupo B. O Trovão retorna ao Estádio Almeidão, no próximo domingo, para enfrentar o Botafogo-PB, na sua última participação na primeira fase do Paraibano.

Voz da Torcida 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial