domingo, 14 de janeiro de 2018

Sobe para três o número de mortes com suspeita de febre amarela no Rio de Janeiro

Os dois homens internados com suspeita de febre amarela morreram na madrugada deste sábado (13), em Valença, no Sul do Rio de Janeiro. Um deles tem 23 anos e era morador de Rio das Flores, cidade vizinha. O outro tem 55 anos e é morador do bairro Santa Inácia, na zona rural.
Segundo a prefeitura, com esses óbitos, sobe para três o número de mortos com suspeita da doença no município. Um idoso, de 65 anos, morreu na sexta-feira (12). Ele morava no bairro Coroas, na área rural. Se confirmadas, serão quatro mortes por causa da doença no estado. O primeiro óbito foi confirmado em Teresópolis, na Região Serrana.
A Secretaria de Saúde informou que os pacientes fizeram exames laboratoriais que estão sendo analisados no Rio de Janeiro. O resultado deve sair na próxima terça-feira (16).
Um outro morador de Valença teve o diagnóstico confirmado nesta sexta. Ele foi transferido para um hospital particular de Resende, cidade onde tem familiares. A vítima não teve o nome divulgado e tem 51 anos . A unidade médica não quis informar o estado de saúde dela.
Ainda segundo a secretaria, quatro pessoas estão internadas com a suspeita da doença no Centro de Terapia Intensiva do Hospital Escola.
A secretaria informou ainda que Valença foi decretada pelo estado como uma área afetada pela doença. Com isso, o município intensificou a vacinação, que pode ser feita todos os dias da semana. As unidades de saúde irão funcionar de 7h às 19h. Essa programação vai se estender até que o município saia do período crítico.

Macacos são encontrados mortos

Um macaco foi encontrado morto na tarde de quinta-feira (11), em Três Rios, RJ. Segundo a assessoria da Prefeitura, o corpo estava no bairro Pilões, que é uma área de concentração de Mata Atlântica. Técnicos da Secretaria de Saúde recolheram o animal, que foi encaminhado para exames na Fundação Oswaldo Cruz, na Zona Norte do Rio de Janeiro. No local, será analisada a causa da morte.
Na segunda-feira (8), um macaco foi encontrado morto no distrito de Governador Portela, em Miguel Pereira. O primata foi recolhido pela equipe da Vigilância em Saúde e encaminhado ao Instituto Municipal de Medicina Jorge Vaitsman, no Rio de Janeiro.

G1

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter