terça-feira, 2 de janeiro de 2018

Confira o que foi destaque no esporte em 2017

Entre aposentadorias, quebra de recordes e taças levantadas, o ano de 2017 rendeu diversas emoções aos torcedores. Por isso, separamos alguns dos principais acontecimentos que agitaram o mundo do esporte.
Fim de uma Era
Em janeiro, chegou o fim de uma era. Bernardo Rezende, mais conhecido como Bernardinho, saiu do comando da Seleção Brasileira Masculina de Vôlei. O ex-comandante ficou no comando da equipe nacional por 16 anos, contabilizando inúmeros títulos, com destaque para as duas medalhas de ouro nos jogos Olímpicos de 2004 e 2016. O atual comandante da seleção é Renan Dal Zotto, ex-atleta da seleção e vice-campeão olímpico de 1984, em Los Angeles.
De virada é mais gostoso!
Fevereiro foi um mês de destaque para o esporte norte-americano. A Liga Nacional de Futebol (NFL) realizou a final do campeonato no dia seis daquele mês. As equipes do New England Patriots e do Atlanta Falcons fizeram um jogo cheio de reviravoltas. O time comandado pelo quarterback Tom Brady se sagrou campeão, após virar um jogo com 28 pontos de desvantagem. Essa foi a maior virada já registrada em uma final deste campeonato. Tom Brady se tornou o quarterback com mais títulos da liga: cinco no total.
Passaporte carimbado
A seleção brasileira de futebol não estava em grande fase. Com muita desconfiança, o torcedor sequer pensava em uma classificação para a copa da Rússia em 2018. Com a demissão de Dunga e a chegada de Tite no comando da equipe, o time voltou a encantar e encher os olhos do torcedor. Invicto nas eliminatórias, o Brasil foi a primeira seleção a se classificar em campo para o mundial, após uma vitória por 3x0 contra o Paraguai, no dia 28 de março.
55 anos de tabu
A Liga Nacional de Basquete Americano (NBA) também entra nesta retrospectiva. Em abril, um recorde de 55 anos foi quebrado por Russel Westbrook. O armador da equipe do Oklahma City Thunder chegou à marca de 42 triplos-duplos na temporada, isto é, chegar a mais de 10 pontos em três fundamentos do jogo, como por exemplo, pontos, assistências e rebotes. O feito foi realizado na vitória contra o Denver Nuggets, em nove de abril. O recorde era, até então, de Oscar Robertson, na temporada 1961/1962.
Reis do Nordeste
Em maio deste ano, a Copa do Nordeste, apelidada de "Lampions League", teve a definição do campeão regional. Em uma final emocionante entre Bahia x Sport, na Arena Fonte Nova, o Tricolor Baiano venceu pelo placar de 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Edgar Junio. Após 15 anos apenas com títulos estaduais, o Bahia conseguiu coroar a campanha sem sofrer nenhum gol diante de seu torcedor.
Doze vezes Real
Se em maio tivermos o campeão da Lampions League, em junho tivemos o vencedor da Champions League, torneio mais importante do futebol europeu. O Real Madrid se sagrou campeão pela décima segunda vez. O jogo foi realizado em Cardiff, no País de Gales, no dia dois de junho. O adversário do clube espanhol foi a Juventus, da Itália. O jogo acabou 4x1 para os merengues, com dois gols de Cristiano Ronaldo, um de Casemiro e um de Asensio. O atacante Mandzukic descontou para a Velha Senhora.
Lá vêm eles de novo!
A Alemanha, atual campeã mundial de futebol, acabou ganhando mais um título para a prateleira. Em julho deste ano, a equipe bateu o Chile por 1x0 e conquistou a Copa das Confederações, disputada na Rússia. A equipe levantou a taça pela primeira vez na história. O time estava recheado de caras novas e sem os principais nomes que fizeram história com a camisa alemã, caso de Klose, Podolski e Lahm.
O menino de 222 milhões de euros
A maior transferência já feita no futebol mundial foi concretizada no mês de agosto. O atacante brasileiro Neymar, que até então era jogador do Barcelona, foi comprado pelo PSG por 222 milhões de euros. No dia quatro, ele foi apresentado no Parque dos Príncipes, sua nova casa, antes da estreia no campeonato francês. Neymar é atualmente o jogador mais caro do mundo.
Fim do Raio
Também em agosto, o velocista Usain Bolt anunciou a aposentadoria. O atleta correu pela última vez no Campeonato Mundial de Atletismo, realizado em Londres. A última prova de Bolt foi o revezamento 4x100m, e ficou marcado pelas cãibras que o atleta sentiu durante a prova, o que o impediu de cruzar a linha de chegada pela última vez. Bolt encerrou a carreira com oito medalhas olímpicas de ouro.
A luta de 1 bilhão de dólares
Outro evento esportivo que movimentou o cenário esportivo foi a luta de boxe entre o pugilista Floyd Mayweather e o lutador de MMA, Conor Mc Gregor. O duelo movimentou cerca de um bilhão de dólares, recorde absoluto nos esportes de combate. A vitória foi do americano Mayweather, por nocaute técnico, que recebeu a quantia de 300 milhões de dólares pela luta. O pugilista encerrou a carreira invicto após 21 anos.
Cruzeiro pentacampeão da Copa do Brasil

O calendário do futebol brasileiro começou a entrar na reta final em setembro. Mês que ficou marcado pela Copa do Brasil, vencida pelo Cruzeiro. Este foi o quinto título do clube mineiro, que se igualou ao Grêmio como maior vencedor da competição. A decisão realizada entre Cruzeiro e Flamengo foi equilibrada. O primeiro duelo terminou no Maracanã terminou 1x1. Duas semanas depois, as equipes voltaram a empatar dessa vez por 0x0, no Mineirão. Nos pênaltis, a Raposa levantou o caneco após vencer o Urubu por 5x3.
Nuzman preso

Nem só de coisas boas viveu o esporte em 2017. Em outubro, Carlos Alberto Nuzman, até então presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), foi preso. Segundo as investigações, o dirigente é suspeito de comprar votos de representantes do Comitê Olímpico Internacional, para que os jogos de 2016 fossem realizados no Rio de Janeiro. Atualmente ele está solto e proibido de deixar o país.
Palmeiras não tem Mundial
Outubro ficou marcado por um reconhecimento que a Federação Internacional de Futebol (FIFA) divulgou no dia 27. Os vencedores dos antigos Mundiais Interclubes, disputados entre 1960 e 2004, foram reconhecidos pela entidade. Com isso, Flamengo, Grêmio, Santos e São Paulo tiveram os títulos computados. A decisão gerou polêmicas, pois, o Palmeiras que ganhou um torneio de nível mundial em 1951, não teve sua conquista reconhecida.
Grêmio e Corinthians fecham ano campeões
Os campeões da Libertadores e do Campeonato Brasileiro foram conhecidos no mês de novembro. No dia 16, o Corinthians que vinha fazendo uma campanha impecável no primeiro turno, passou por dificuldades na reta final da competição, mas se sagrou heptacampeão após vencer o Fluminense por 3x1. Já no fim do mês, no dia 29, o Grêmio conquistou a América pela terceira vez na história. Em um jogo perfeito da equipe gaúcha, o Tricolor venceu o Lanús nos jogos de ida e de volta. Destaque para Luan, atacante do time brasileiro e eleito o melhor da competição.
Caminho do Hexa
E por último, mas não menos importante, em dezembro foi divulgado o caminho do Brasil para tentar conquistar a Copa do Mundo, na Rússia. Em sorteio realizado em Moscou, a seleção canarinho caiu no grupo E, juntamente com Costa Rica, Sérvia e Suíça. A estréia será no dia 17 de junho contra os suíços em Rostov. Depois o Brasil segue para São Petersburgo, onde enfrenta a Costa Rica no dia 22. A seleção encerra participação na fase de grupos contra a Sérvia, em Moscou, no dia 27.

180 Graus

← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial