quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Rei da Arábia Saudita pede solução política para a crise de Jerusalém

O rei da Arábia Saudita, Salman bin Abdulaziz Al Saud, disse nesta quarta-feira (13) que seu país defende uma "solução política" para solucionar as crises do Oriente Médio e que a prioridade deve ser a questão palestina, após a decisão de Washington de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel. A informação é da Agência EFE.
"O reino pede uma solução política para as crises da região, e com prioridade para a questão palestina e para a recuperação para o povo palestino dos seus direitos legítimos, entre eles, o direito de estabelecer seu Estado independente, cuja capital é Jerusalém Oriental", declarou Salman em discurso no Conselho da Shura (órgão consultivo saudita), em Riad.
Além disso, o monarca destacou que o seu reino procura estabelecer os valores de tolerância e convivência e trabalha para deter o sofrimento dos povos, assim como a segurança e a estabilidade na região e no mundo.
No último dia 7, a Arábia Saudita, principal aliado árabe dos Estados Unidos, expressou seu "profundo pesar" pela decisão do presidente americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel e transferir sua embaixada para essa cidade, um passo que qualificou de "injustificado e irresponsável".
Hoje está sendo realizada uma cúpula extraordinária da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI), em Istambul, com a presença de vários governantes de países árabes e islâmicos. para buscar uma posição conjunta contra a decisão americana.
Agência Brasil 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial