terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Modelo indica volta com Naldo após agressão: 'não julguem'

Ellen Cardoso, após registrar denúncia de agressão contra o marido, Naldo Benny, se pronunciou pela primeira vez, nesta segunda-feira (25). Em sua conta no Facebook, a modelo pediu para que não julguem o seu momento.
"Eu queria de volta o Ronaldo! O Ronaldo que eu conheci! Sem dinheiro, sem sucesso, sem carros importados, sem roupas de grifes caras, sem rolex e cordões de ouro... Eu queria de volta sua simplicidade, seu brilho nos olhos, sua paz, sua calmaria, sua inocência, seu sorriso largo e verdadeiro, o menino sonhador que eu conheci... Eu queria comer pão com atum em cima da cama, eu queria acabar com a dieta comendo esfirra no Habibs por que ele não tinha dinheiro para me levar em restaurantes, eu queria voltar a morar na casinha pequenina no fundo de outras casas, morrendo de calor e com as roupas no chão por que não tínhamos onde guardar... Eu queria voltar no tempo, eu queria mudar as coisas, eu queria o menino que o mundo levou, que o trabalho e tudo que ele pode oferecer tirou de mim", iniciou.
'Sempre foi muito carinhoso', diz empresária sobre músicoEm outro trecho do texto, Ellen fala sobre a relação com Naldo, cortado do elenco do "Dancing Brasil". "Nosso relacionamento sempre foi cheio de muito amor, mas com muitos altos e baixos por causa de crises ciúme, eu fiz tudo que podia para mudar isso... Abri mão dá minha vida profissional, dos meus amigos, dos meus sonhos e de tudo que pudesse causar qualquer tipo de atrito, mas ainda assim, mesmo se esforçando muito havia momentos que o descontrole era maior que ele. Ele sempre foi muito carinhoso, daqueles que diz que ama todos os dias, que sou linda que observa o cabelo a unha o perfume, e que em seu estado normal o marido que você pediria a Deus!", escreveu a ex-dançarina, casada com o músico desde setembro de 2013.
Modelo insinua que reatou casamento com cantor
Ellen ainda deu a entender que retomou o relacionamento com o funkeiro, com quem tem a filha Maria Vitória, de 2 anos. "Ele é o pai da minha filha o homem que eu construí uma família que escolhi viver ao seu lado na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza até que a morte nos separe... E isso merece respeito. O nosso futuro a Deus pertence e todas as coisas conspiram para o bem dos que amam a Deus... Então, deixo em suas mãos e creio que ele nos dará direcionamento, seja ele para seguirmos nossas vidas ou para reconstruir nossa família. Eu só desejo que sejamos felizes e que tudo que seja feito seja para o nosso bem. Respeitem o nosso momento está sendo muito difícil para todos nós, não julguem sem nos conhecer, por trás de tudo isso existem pessoas igual a você, uma família que sofre, uma filha que chama pelo pai, cheia de saudade... Um homem cheio de amor desesperado para reparar seus erros e uma mulher com o coração muito ferido, mas que precisa ser forte pra recomeçar", concluiu a morena .
Terra 


← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial