segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Confraternização natalina reúne defensores públicos e servidores em Associação

Defensores públicos, servidores e estagiários, de forma inédita, acompanhados de familiares, participaram neste sábado, da confraternizaram natalina na recém reformada sede balneária da Associação Paraibana dos Defensores Públicos, na praia de Ponta de Campina, em Cabedelo.
“A volta de uma relação harmônica e convergente entre a Defensoria e a Associação permitiu que retomássemos a realização desse tradicional momento de confraternização entre colegas de todo o estado, sob os eflúvios natalinos”, afirmou o presidente da APDP, Ricardo Barros.
A defensora pública geral da Paraíba também enalteceu a importância desse congraçamento entre colegas ativos, aposentados, servidores e familiares, durante o evento nunca antes visto. E tranquilizou a todos, garantindo que as dificuldades decorrentes de um orçamento congelado há quatro anos não a impedirão de efetuar no próximo dia 22, antes, portanto, do Natal, o pagamento do 13º salário e subsídios e até o dia 26, todos os auxílios referentes a dezembro.
Sorteio de brindes
Além de degustarem suculento churrasco e feijoada, os presentes participaram do sorteio de diversos brindes, dentre eles, diárias em hotéis com direito a acompanhantes e cestas natalinas. A animação musical coube a cantora e tecladista Ana Maria Bezerra de Melo, a renomada Naninha da Seresta, que brindou a todos com vasto e qualificado repertório de ritmos, sobretudo forró e seresta.
Na ocasião, o presidente e a vice-presidente da APDP, Ricardo Barros e Carmecy Abrantes, acompanhados do gerente administrativo Marcelo Vitoriano fizeram a entrega aos filiados das identidades funcionais confeccionadas pela entidade. Por fim, o defensor público, ex deputado e ex senador Wilson Santiago anunciou estar adiantado o processo para que a Defensoria Pública utilize como sede o prédio onde funcionou o Hotel Tropicana, no centro da cidade, atualmente desativado.
Assessoria 



← ANTERIOR PROXIMA → INICIO

0 Comments:

Postar um comentário

Editorial