sábado, 23 de dezembro de 2017

Brigou com os pais? Veja 9 dicas e aproveite esta época para se reaproximar

Não é fácil admitir, mas nem todos os relacionamentos entre pais e filhos são só amor. Muitas vezes, as desavenças do passado seguem por bastante tempo, com o orgulho pesando muito mais que o afeto.
Sorte a nossa que os desvios do caminho podem ser consertados e, já que estamos numa ótima época para rever e reparar erros, listamos algumas maneiras de você colocar as emoções em ordem e zerar qualquer mal-entendido:

1. Mande uma mensagem

Se a relação está bem abalada, aproveite o clima de harmonia e reflexão que o fim de ano sempre traz e envie uma mensagem, pode ser até pelo WhatsApp. Escreva algumas palavras ou grave um áudio curto, comentando a saudade que sente e a vontade que tem de estar perto deles, que são pessoas muito importantes em sua vida. É uma boa aproximação inicial.

2. Marque um encontro

Que tal reunir-se apenas com eles, longe do resto da família? Pode ser na casa de um de vocês ou em um lugar neutro e agradável. Na ocasião, três detalhes importantíssimos: 1) não é momento de confrontos ou debates que causam apenas mais cobranças e desentendimentos; 2) você deve estar livre para ouvir: palavras, desabafos ou assuntos espontâneos, sem julgamentos, especulações e intenções; 3) também precisa estar aberto: participe e receba bem os acontecimentos na vida do outro.

3. Verbalize seus sentimentos

Numa conversa, não tenha medo (ou vergonha) de expressar a falta que os pais fazem. Às vezes, nos enganamos acreditando que nossos sentimentos estão implícitos nas atitudes, mas verbalizar é uma forma direta e bastante afetuosa e eficaz para confirmar a afeição.

4. Ofereça um presente

Você pode iniciar a aproximação enviando algo especial para eles. Podem ser flores, chocolates, uma cesta de queijos e vinhos ou algo que têm certo valor sentimental para todos. Não pode (nem deve) faltar um bilhetinho, com mensagem carinhosa. Geralmente funciona bem para amansar corações.

5. Convide para jantar

Pode ser uma refeição num restaurante? Pode, sim. Mas é ainda melhor se você os receber em casa e incluir no cardápio aquele prato preferido do seu pai ou da sua mãe. O cuidado em preparar algo especial demonstra um tanto de carinho.

6. Resgate boas lembranças

Escolha fotos em que todos aparecem em momentos bem descontraídos e amorosos e coloque-as em porta-retratos. Pode ser, inclusive, da infância. Buscar elementos no passado são uma forma de trazer à tona as ocasiões e os sentimentos especiais que viveram juntos.

7. Apele para a música

Se seu pai ou sua mãe é fã de alguma música específica, use-a como fundo para uma mensagem amorosa e sincera gravada por você. Canções ajudam a afrouxar as amarras e também demonstram que o filho não esqueceu os gostos dos pais.

8. Aproxime os netos dos avós

As crianças costumam ser espontâneas e capazes de quebrar o gelo nas situações mais difíceis e inusitadas. Além de trazerem alegria, aproximam os pais dos avós com naturalidade e os laços podem se tornar ainda mais fortes.

9. Respeite as reservas

Pais têm uma experiência de vida diferente e nem todos aceitam as mudanças do mundo e dos valores que hoje são importantes para você. Para evitar mais atritos e evitar novos distanciamentos, aceite as reservas e crenças deles. Não precisa mentir, nem acatar as opiniões dos mais velhos. Apenas respeite e não bata de frente. 
Fontes: Ana Paula Carvalho, da Brain Care Lifestyle Medicine; Carla Salcedo, neuropsicóloga da clínica Vivacità; Ellen Moraes Senra, psicóloga e especialista em terapia cognitivo comportamental; Graça Cavalcante, psicóloga da Clínica Granato;  Lucas Bianchi Macedo, psicólogo; Wilza G. Avelino, coach e terapeuta comportamental do Instituto Ideah.

UOL 

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter