quarta-feira, 8 de novembro de 2017

O resultado da Operação da PF que investiga desvios em Sumé

Uma operação da Controladoria Geral da União (CGU) e da Polícia Federal (PF) foi realizada nesta terça-feira (07) na cidade de Sumé, no Cariri paraibano, com objetivo de desarticular um esquema criminoso suspeito de desviar recursos de um programa de próteses dentárias do Programa Federal Brasil Sorridente.

O objetivo de apurar irregularidades na contratação e execução de serviços de implantes dentários, do programa Brasil Sorridente, custeado com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). A operação Titânio aconteceu na região de Sumé, na região do Cariri da Paraíba, e ao final da manhã foi concluída com 13 mandados judiciais cumpridos.

Foram cumpridos oito mandados de busca e apreensão. Cinco pessoas, entre elas o ex-prefeito da cidade, Francisco Duarte Neto, foram conduzidos coercitivamente para prestar esclarecimentos.

Está sendo investigado também o envolvimento de uma fábrica de prótese e odontólogos que atendiam na cidade.

A grande quantidade de serviços odontológicos contratados pela Prefeitura de Sumé levantou as suspeitas da Controladoria Geral da União. Em menos de dois anos foram apresentadas mais 21 mil implantes dentários e 13 mil próteses.

Outras três prefeituras também estão sendo investigadas por irregularidades semelhantes.

O montante envolvido na investigação, referente ao período de março/2015 a julho/2017, atingiu valor superior a R$ 9 milhões, os quais correspondem à realização de 21.718 implantes e 13.497 próteses sobre implantes. Segundo a PF, no final da manhã desta terça, 13 dos 14 mandados expedidos tinham sido cumpridos. Apenas um mandado de condução coercitiva deixou de ser cumprido.

Pbagora

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter