terça-feira, 28 de novembro de 2017

Ex-governador cogita Cássio e Ricardo no mesmo palanque em 2018: 'Tudo é possível'

'Tudo é possível', foi com essa frase que o ex-governador Roberto Paulino (PMDB) admitiu a possibilidade de uma reaproximação com a família Toscano, em Guarabira, caso o seu partido decida por manter a aliança com o PSDB nas eleições do próximo ano. De acordo com ele, até mesmo uma composição entre o senador Cássio Cunha Lima (PSDB) e o governador Ricardo Coutinho (PSB) não estaria descartada. 
"Eu não tenho essa pretensão, não é o meu sonho, mas em 2018, mas até Cássio e Ricardo podem estar no mesmo palanque", refletiu.
O peemedebista reafirmou sua defesa pela pré-candidatura do senador José Maranhão (PMDB) ao governo do estado e colocou o governador e o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), como coadjuvantes do PMDB.
"Eu sou a favor de Maranhão. Quem quiser que venha. Ninguém sabe quem vai votar em Maranhão, se é Ricardo ou se é Cartaxo", declarou.
Ele ainda se colocou à disposição do partido para disputar um mandato eletivo nas próximas eleições e deu um conselho aos parlamentares que ameaçam deixar o PMDB.
"Estão vendo e viram que no PMDB é a melhor maneira de se chegar à Assembleia Legislativa e à Câmara Federal", finalizou.
 A entrevista do ex-governador Roberto Paulino foi concedida ao programa 'Frente a Frente, da TV Arapuan, apresentado pelo jornalista Heron Cid.


Paraiba.com.br

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter