sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Com integrante presa na Paraíba, grupo de extermínio do DF matou jornalista e pastor

Acusada de integrar um grupo de extermínio do DF, Jermaine da Silva Rocha, de 28 anos, foi presa nesta quinta-feira (02) na Paraíba pela Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Homicídios de João Pessoa. 

Porém antes disso, ao menos três pessoas do grupo estariam envolvidas em dois homicídios em Santo Antônio do Descoberto. As vítimas foram o jornalista João Miranda do Carmo, em julho do ano passado, e o pastor Paulino Rodrigues da Silva.
A polícia chegou até a acusada por meio de uma denúncia ao 197. Ela apareceu em uma reportagem nacional onde o grupo é apontado como responsável pela morte de uma jovem de 21 anos. O assassinato aconteceu por engano já que a vítima era a mãe dela. 


Paraiba.com.br

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter