sábado, 16 de setembro de 2017

Lucas de Brito nega interferência de Cartaxo em mudanças no PSL

O novo presidente do PSL na Paraíba, Lucas de Brito, que ocupa o mandato de vereador de João Pessoa, reagiu às declarações do deputado estadual Tião Gomes, que o chamou de “covarde”, após perder o comando da legenda na Paraíba. O vice-presidente da Câmara Municipal de João Pessoa também negou interferências do prefeito Luciano Cartaxo (PSD), do vice-prefeito Manoel Júnior e do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD) na mudança da presidência do PSL.

De acordo com Lucas de Brito, as críticas de Tião Gomes ao comando nacional do partido e ao Movimento Livres anteciparam as mudanças no diretório estadual.

“Eu acho que o deputado, que eu tenho um enorme respeito por ele, foi infeliz ao me chamar de covarde, assim como foi infeliz ao chamar os dirigentes do Livres de meninos buchudos. Talvez, isso tenha precipitado as mudanças que poderiam ocorrer daqui a um mês ou anos”, falou.

Ele evitou antecipar o apoio do PSL à pré-candidatura de Luciano Cartaxo a governador e garantiu que trodos os filiados da sigla serão ouvidos.

“Essa é uma deliberação que será tomada por todos os filiados. O PSL não é uma extensão do mandato do vereador Lucas de Brito”, explicou.

Como primeira medida a frente do partido, o parlamentar pessoense, anunciou que irá percorrer todos os municípios do estado com o objetivo de fortalecer o PSL para as próximas eleições.

“Vamos promover o alinhamento dos discursos, conversar com todos os filiados, conquistar novas lideranças. Para isso, vamos promover encontros regionais”, falou.

Filiado ao PSL desde 2016, Lucas ainda admitiu disputar um mandato nas eleições de 2018. “Meu nome estará à disposição”, finalizou.
Paraiba.com.b

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter