quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Raquel Dodge diz que foi ao Jaburu tratar com Temer da posse na chefia da PGR

dia seguinte à visita fora da agenda oficial ao Palácio do Jaburu para se encontrar com o presidente Michel Temer, a subprocuradora da República Raquel Dodge – que assumirá no mês que vem o comando da Procuradoria Geral da República (PGR) – afirmou ao G1 nesta quarta-feira (9) que foi à residência oficial da Presidência para tratar de sua posse na chefia do Ministério Público.
Raquel Dodge sucederá o atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, cujo mandato à frente da PGR se encerra em 17 de setembro.
A visita fora da agenda, que ocorreu na noite desta terça (8), foi revelada pelo Blog da colunista do G1 Andréia Sadi.
O cinegrafista da TV Globo Wilson de Souza registrou o momento em que Raquel Dodge chegou ao Palácio do Jaburu, por volta das 22 horas (veja no vídeo acima), e ficou lá por cerca de uma hora. O encontro não estava previsto na agenda oficial.
Ao G1, a sucessora de Janot informou na manhã desta quarta que foi à residência oficial porque, segundo ela, Temer "indagava sobre a data e horário possível" para a posse dela no cargo de procuradora-geral da República.
Ainda de acordo com Raquel Dodge, o presidente fez o questionamento porque terá que viajar aos Estados Unidos em 18 de setembro para a abertura da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, em Nova York.
"O presidente [Temer] indagava sobre a data e horário possível para a minha posse, pois precisa viajar para os EUA no dia 18 de setembro, segunda, para fazer a abertura da Assembleia Geral da ONU no dia 19. O mandato do PGR termina no dia 17", relatou a subprocuradora ao G1 ao ser questionada sobre a visita ao Jaburu no final da noite desta terça.
"O fato foi devidamente comunicado ao PGR [Janot], por escrito, para as providências de estilo", complementou Raquel Dodge.
Questionado pelo Blog sobre o motivo de o encontro não ter sido incluído na agenda oficial, a assessoria do presidente afirmou que, quando Temer combinou a reunião com Raquel Dodge, ele já estava na residência oficial.
Um dos três nomes da lista tríplice apresentada a Temer pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), Raquel Dodge foi indicada pelo presidente da República para o comando da PGR em 28 de junho. Ela foi sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado teve a indicação aprovada pelo plenário da Casa em 12 de julho.
G1 

Nenhum comentário:
Write comentários

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter