terça-feira, 25 de julho de 2017

Bode na Rua é destaque no Globo Rural

O programa Globo Rural, da TV Globo, deste domingo (23), destacou na sua agenda de eventos, a 18ª edição do Bode na Rua em Gurjão, que entre os dias 28 a 30 de julho. A festa terá exposição de animais, artesanato, leilões, e shows musicais.
A programação musical promete: no sábado, shows com Luiz Marcelo e Gabriel e Jorge de Altinho, e no domingo Solteirões e Gabriel Diniz.

A festa tem por finalidade divulgar o potencial da região em criar animais caprinos e visitas de técnicos para auxiliar criadores, e acompanhamento para melhorar as raças já existentes na região.

Cariri Ligado

No Frente a Frente: Deputado afirma que PSDB tem alternativas para 2018, mas precisa ter calma

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) afirmou que o seu partido possui alternativas para as eleições de 2018, mas é preciso ter calma. Em entrevista ao jornalista Heron Cid, no programa Frente a Frente, da TV Arapuan, o parlamentar fez elogios à gestão do prefeito de São Paulo, João Doria, e voltou a defender o desembarque do governo Temer.
“Eu gosto do que João Doria tem feito. Tem uma linha corajosa. Ele consegue se posicionar e ser transparente nas ideias. Não tem medo de falar que é preciso reduzir o tamanho do Estado para ter uma eficiência maior”, pontuou.
Sobre o governo Michel Temer, o tucano ressalta apoio ao desembarque.
“Não tem como mais fazer parte diretamente do Governo. O PSDB tem a chance de mostrar a população que pode ser a favor de reformas que beneficiam o país, sem precisar ter cargos”, explicou.
Defensor de uma intensa reforma nos gastos da máquina pública, Pedro defendeu que haja transparência na contratação de Organizações Sociais pelo Governo do Estado para gerir setores da educação.
“Se o Estado não for cuidar da educação, ele vai servir para quê?”, indagou o tucano.
Ele questionou a medida anunciada pelo Governo. “Vai salvar a educação no penúltimo ano do segundo mandato? Por que não apresentou isso no início do mandato. Isso é tudo, menos nova política”, avaliou.
Segundo ele, as oposições planejam um projeto que será apresentado à Paraíba nas eleições de 2018, mas garante não pensar em cargo majoritário no momento.
Revisão dos custos do Judiciário
Pedro Cunha Lima em entrevista ao Frente a Frente
Durante a entrevista, Pedro fez duras críticas aos custos elevados para manter o Judiciário brasileiro. Ele destacou que a Justiça do país custa oito vez mais que a da Colômbia, por exemplo. Para o deputado, o Judiciário precisa entrar no debate com espírito público.
O parlamentar cita os gastos com veículos de luxo para ministros do Supremo Tribunal de Justiça. “Se brincar, o aluguel desse carro custa mais que o salário de um professor. É algo discrepante. Uma coisa que está escancaradamente errada”, pontuou.
Pedro defende que o Poder Público ‘corte na própria carne’ como forma de reduzir e moralizar os gastos. O tucano ainda criticou o o aumento nas alíquotas de PIS/Cofins para os combustíveis, promovida pelo Governo Federal.
“O Governo precisa cortar, por mais que seja o mínimo, é isso que a população espera”, frisou.
Maispb 

Parecer do Ministério Público é pela manutenção da prisão do prefeito afastado de Bayeux Berg Lima



Se depender de Octávio Celso Gondim Paulo Neto, promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, o prefeito afastado, Berg Lima, vai passar mais alguns dias na cadeia. De acordo com seu parecer pela manutenção da prisão preventiva, o promotor tem receio que Berg volte a extorquir empresários e cometa mais crimes em Bayeux:
“Há o fundado receio de que o denunciado continue praticando ilícitos penais naquele município, utilizando do seu conhecimento e da sua posição política para novas exigências de vantagens indevidas, bem como a cobrança e recebimento de vantagens indevidas de exigências pretéritas à sua prisão e o seu afastamento do cargo, além de poder interferir nos trabalhos da atual gestão no município, assim como nos trabalhos de agentes públicos da edilidade”, cita o parecer assinado por Octávio Celso Gondim Paulo Neto, promotor de Justiça e coordenador do Gaeco, e Manoel Cacimiro Neto, também promotor de Justiça e membro do Gaeco.

Berg foi preso em flagrante desde o último dia 5 e aguarda o julgamento de um habeas corpus no Tribunal de Justiça. Caso o juiz Marcos William, em decisão monocrática, acate o parecer do Ministério Público, Berg continuará preso.


Paraiba.com.br

Presidente do TJPB avalia processo de escolha de novo desembargador

O presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Joás de Brito Filho, falou sobre o processo de escolha de um novo desembargador em substituição à desembargadora Maria das Neves do Egito, que se aposentadoria.
Segundo ele, está em andamento um processo de remoção de um desembargador para a Câmara criminal em substituição à desembargadora.
 – Após essa remoção, ai sim, vamos abrir o edital de acesso – disse o presidente.
Em relação à possibilidade de realização de um concurso público para o Poder Judiciário, Joás de Brito afirmou que no momento não há previsão de realização de um processo como esse.
– Neste momento nós temos a obrigação de fazer uma equalização da força de trabalho, que é o cumprimento da resolução 219 e após essa etapa vamos ver qual a necessidade do Poder Judiciário e aí pensar em concurso – disse.
As declarações foram com cedidas à TV Itararé.

Paraibaonline 

Professor da UEPB é encontrado morto em Campina

O corpo do professor Josibel Lins, da Universidade Estadual da Paraíba foi encontrado nesta segunda-feira, sem vida, em seu apartamento em Campina Grande.
Josibel (foto) atuava há vários anos na UEPB, tendo sido professor no curso de Comunicação Social e assessor da Reitoria da gestão da ex-reitora Marlene Alves.
Conforme amigos mais próximos, ele enfrentava problemas de saúde cumulativos ao longo dos últimos anos, principalmente sintomas depressivos.
O velório está sendo realizado na Central de Velórios Digna, localizada na Avenida Juscelino Kubitschek, bairro do Cruzeiro.
O sepultamento está marcado para as 16h desta 3ª feira, no Cemitério Campo Santo Parque da Paz, localizado no Distrito Industrial.
Paraibaonline 

Ricardo discute parcerias com o Banco do Nordeste com recursos do FNE

O governador Ricardo Coutinho se reuniu, nesta segunda-feira (24), na Granja Santana, com representantes do Banco do Nordeste (BNB) para discutir questões relacionadas à ampliação de parcerias por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Este Fundo oferece várias linhas de apoio, a exemplo do FNE Sol, que financia projetos ligados ao uso da energia solar e o FNE Infraestrutura, que tem um orçamento de mais de R$ 11 bilhões voltados especificamente para esta área no Nordeste.

Participaram da audiência o superintendente do Banco do Nordeste na Paraíba, Jorge Ivan Falcão, o diretor de negócios do BNB, Antônio Rosendo, o diretor de planejamento, Perpétuo Cajazeiras, o gerente de negócios, Bruno Fortes, o gerente executivo, Silvio Marcos, além da secretária de Finanças, Amanda Rodrigues, e o secretário executivo de Desenvolvimento Econômico, Raoni Mendes.

Na ocasião, o governador Ricardo Coutinho destacou que a Paraíba se encontra em uma boa situação fiscal e está em um momento favorável para investimentos. “Só através de investimentos é possível superar qualquer crise. Nosso Estado está mantendo um bom ritmo de crescimento. O BNB é um grande parceiro da Paraíba e é importante ampliarmos essa relação”, observou.

O acesso aos recursos do FNE com taxas reduzidas representa um potencial dinamizador para a economia regional, já que o Fundo pode beneficiar empresas de todos os segmentos. “O FNE Sol, por exemplo, foi lançando há menos de um ano e já gerou bons resultados e o FNE Infraestrutura traz boas perspectivas. Já aplicamos aqui, este ano, R$ 518 milhões com mais R$ 278 milhões de Crediamigo, que é nossa iniciativa de microcrédito para a área urbana. Fizemos na agricultura familiar o financiamento de mais de R$ 8 milhões para o uso de energia solar, enfim, temos uma atuação muito relevante na Paraíba. Queremos manter o diálogo com o governador para ver como podemos financiar a área de infraestrutura no Estado”, disse o superintendente do BNB na Paraíba, Jorge Ivan.

O FNE financia investimentos de longo prazo e, complementarmente, capital de giro ou custeio. Podem ser financiados agropecuária, indústria e agroindústria, além dos setores de infraestrutura, turismo, comércio, serviços e cultura. Em 2017, o Banco do Nordeste conta com R$ 26,1 bilhões para aplicação em operações de crédito com recursos da fonte.

"Nosso foco hoje foi mostrar um pouco da atuação do nosso banco e a linha de financiamento na área de infraestrutura. O Governo da Paraíba, a partir de agora, poderá trabalhar em parceria com o BNB nessa área, o que representa um avanço, lembrando que cada estado apresenta suas prioridades e demandas. Para o FNE infraestrutura no Nordeste temos um orçamento de mais de R$ 11 bilhões", afirmou o diretor de negócios do BNB, Antônio Rosendo.
Secom-PB 

Justiça solta árabes suspeitos de estelionato e ligação com grupos extremistas

A 6ª Vara Criminal decidiu soltar o brasileiro e os cinco estrangeiros do Oriente Médio suspeitos de estelionato e ligações com grupos extremistas nesta segunda-feira (24). Eles vão usar tornozeleiras eletrônicas e devem se apresentar uma vez por semana à Justiça, tiveram seus passaportes apreendidos e sofrerão outras medidas cautelares.
Os suspeitos devem ainda alugar imóveis em João Pessoa e estão proibidos de manter contato uns com os outros.
Os suspeitos foram presos em flagrante no dia 12 de abril de 2017, no Centro de João Pessoa, por terem utilizado documentos falsos (certidão de nascimento) e endereço inexistente, junto ao Programa Cidadão, para obterem o documento de Registro Geral (RG), em nome de Saleh Alderaibi Abdulrahman.
A defesa alegou constrangimento ilegal, bem como bons antecedentes, domicílio fixo e ocupação lícita. Mas o relator do processo, ao denegar a soltura, ressaltou não vislumbrar nenhum constrangimento ilegal a ser sanado no presente caso.


Paraiba.com.br

Criança sul-africana 'fica livre' do HIV após 8 anos sem tratamento

Uma menina sul-africana se manteve livre do HIV por mais de 8 anos sem medicação e surpreendeu especialistas. Ela havia tomado drogas antirretrovirais por apenas um ano antes de ter a remissão completa do vírus. O caso foi revelado nesta segunda-feira (24) em uma conferência de Aids em Paris, mas pesquisadores pediram cautela e alertaram tratar-se de uma situação rara.
“O caso traz a esperança de que o tratamento pode não ser para a vida inteira, mas é raro”, disse Linda-Gail Bekker, presidente da International AIDS Society (IAS), à Reuters. “Há mais perguntas que respostas”.
A maioria dos pacientes com HIV tem um aumento na quantidade de vírus que circula no organismo quando param o tratamento e é por esse motivo que tomam medicamentos por toda a vida. No caso da criança, no entanto, o vírus parou de ser replicado.
A menina de 9 anos fazia parte de um ensaio clínico que pesquisava os efeitos de drogas antirretrovirais em bebês com HIV nas primeiras semanas de vida, informa a AFP. Ela recebeu o tratamento após o parto, mas parou de tomar os medicamentos como parte do protocolo do estudo. Após a interrupção da terapia, ela foi monitorada regularmente para qualquer sinal de recaída.

O que o caso diz sobre a cura

Sharon Lewin, especialista em HIV da Universidade de Melbourne (Austrália), disse à Reuters que o caso pode revelar novas informações sobre como o sistema imunológico humano controla a replicação do HIV após a interrupção do tratamento.
No entanto, segundo Sharon, o caso apenas confirma outros raros porque o que normalmente ocorre é a volta da replicação do vírus após a interrupção do tratamento.
Com casos de cura sendo raros, alguns pesquisadores têm apontado que uma possível saída para uma "quase cura" seria algum tipo de remissão de longo prazo -- quando o sistema imunológico pode controlar o HIV sem drogas, mesmo que os sinais do vírus permaneçam.
Até hoje, apenas uma pessoa é tida como "curada" do HIV – o chamado paciente “de Berlim”, homem que teve remissão completa do vírus após transplante de medula óssea de doador resistente ao HIV.
Transplantes de medula, entretanto, são arriscados e seria impraticável usá-los como uma alternativa para curar milhões de infectados. Segundo a Unaids, programa da ONU sobre HIV, 19,5 milhões de pessoas estão em tratamento para o vírus no mundo.
Folha de São Paulo 

Prefeitura de Juarez Távora tem 30 dias para exonerar parentes que ocupam cargos na administração

A prefeita de Juarez Távora, Maria Ana Farias dos Santos (PSD), tem um prazo 30 dias para exonerar todos os ocupantes de cargos comissionados, de função de confiança ou de função gratificada na administração municipal que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha direta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau, com a prefeita, o vice-prefeito, os secretários municipais, o procurador-geral do município, o chefe de gabinete e vereadores.
A recomendação é do promotor de Justiça João Benjamim Delgado Neto, da Promotoria de Justiça de Alagoa Grande, com o objetivo de combater a prática de nepotismo por parte da administração da prefeita Maria dos Santos. Caso a recomendação não seja atendida, o Ministério Público da Paraíba (MPPB) adotará as medidas legais necessárias, com ajuizamento de ação civil pública por prática de improbidade administrativa.
Na recomendação também está prevista a rescisão de contratos realizados por tempo determinado para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público de pessoas que sejam parentes até o terceiro grau dos ocupantes dos cargos já citados. O município de Juarez Távora, com cerca de oito mil habitantes e distante a 75 quilômetros da capital, João Pessoa, está localizado na Região do Agreste paraibano.
Assessoria 

Governo prepara plano de demissão voluntária para servidores

Na tentativa de cortar gastos para cumprir a meta de deficit, o governo Michel Temer anunciou nesta segunda-feira (24) um Programa de Demissão Voluntária (PDV) para tentar reduzir em cerca de R$ 1 bilhão por ano as despesas com a folha de pagamento dos servidores do Poder Executivo.
O plano terá ainda uma opção que não resultará na exoneração, mas na redução da carga horária, com diminuição proporcional do salário –de 8 horas diárias para 6 ou 4 horas. Neste caso, haverá um prêmio de 30 minutos por dia.
Segundo o Ministério do Planejamento, os detalhes serão definidos por uma medida provisória que será enviada ao Congresso ainda nesta semana.
Hoje, os órgãos ligados ao Executivo contam com cerca de 500 mil servidores e, para estimular adesões, o governo pretende pagar 1,25 salário para cada ano trabalhado. O programa deve ficar aberto até 2022.
O dispêndio anual com salários é de cerca de R$ 284 bilhões e só perde para o pagamento de aposentadorias, que consomem cerca de R$ 560 bilhões do Orçamento.
Apesar de lançar o programa neste ano, a economia com o pagamento de salários só começará a valer no próximo. O governo já deve incluir a previsão de redução dessas despesas na proposta de Orçamento de 2018 que será enviada ao Congresso no final de agosto.
"Essa medida reforça a atenção que o governo tem dado à contenção das despesas", disse o ministro Dyogo Oliveira (Planejamento) à Folha.
O PDV de Temer é a primeira proposta de enxugamento da máquina pública desde o governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), quando foram desligados cerca de 5.000 servidores do Executivo em programa anunciado em 1996.
Em um evento com investidores realizado em São Paulo, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o PDV ainda estava sendo discutido e que o Planejamento "antecipou".
"É um projeto do MP [Ministério do Planejamento] que foi concluído hoje", disse Meirelles. "Dentro do procedimento correto, anuncia imediatamente evitando vazamento. Vamos ver se é viável, se haverá a adesão", afirmou.
A expectativa da Fazenda, ainda segundo o ministro, é de ter pelo menos 5.000 adesões na primeira fase do PDV.
O plano de demissão incentivada do governo federal amplia para a administração direta o que já vem ocorrendo com as estatais. Um programa de reestruturação, também conduzido pelo Ministério do Planejamento, prevê um corte de pelo menos 20 mil funcionários nas estatais neste ano.
Em 2016, foram 22 mil desligamentos por programas incentivados de demissão nas estatais. O alvo são as estatais endividadas como Correios, Eletrobrás e Petrobras, que pretende cortar em cerca de R$ 30 bilhões sua folha de pagamento até 2020.
A medida é mais um passo da equipe econômica para evitar o descumprimento da meta de deficit de R$ 139 bilhões. Para isso, na semana passada, o governo anunciou um bloqueio de R$ 5,9 bilhões em despesas.
Integrantes da equipe econômica afirmam que, desta vez, a maior parte do arrocho será em programas de investimento dos Ministérios das Cidades e dos Transportes.
O ministro Dyogo Oliveira não quis comentar onde serão feitos os novos ajustes, que terão de ser definidos por decreto até a segunda-feira (31).
No entanto, ele afirmou que, nas próximas semanas, outras medidas de "curto prazo" serão adotadas. Assim que elas forem implementadas, os gastos serão desbloqueados.
Folha de São Paulo 

Fies abre nesta terça-feira inscrições para 75 mil contratos

As inscrições para a edição do segundo semestre do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) começam nesta terça-feira (25). Segundo o Ministério da Educação, serão oferecidas 75 mil contratos de financiamento de cursos de ensino superior em faculdades particulares. As inscrições podem ser feitas no site do Fies até sexta-feira (28).
O Ministério da Educação divulgou, em uma página, a lista de instituições participantes (veja aqui).
Os estudantes interessados em um contrato do Fies do segundo semestre de 2017 terão que arcar, na hora de pagar a dívida, com uma taxa de juros de 6,5% ao ano.

Requisitos

Podem participar da seleção candidatos que tiverem concluído o ensino médio e que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. É preciso ter feito ao menos 450 pontos nas provas objetivas, além de ter tirado nota maior que zero na redação. Os estudantes devem ser de famílias com renda mensal bruta per capita é de no máximo três salários mínimos.
Veja o cronograma do Fies do segundo semestre:
  • Início das inscrições: terça-feira (25)
  • Fim das inscrições: sexta-feira (28)
  • Resultado: 31 de julho
  • Abertura da lista de espera: 31 de julho
  • Conclusão da inscrição: de 1º de agosto a 3 de setembro
  • Inscrições para vagas remanescentes: 11 de setembro

Simulação de valores

No site do Fies, é possível simular os valores devidos. Para isso, o estudante precisa saber o valor da semestralidade do curso, e informar o número de semestres, se já tem bolsa do Programa Universidade para Todos (Prouni) e a porcentagem da mensalidade que deseja financiar, variando entre 10% e 100%.
Por exemplo: se um estudante pretende iniciar um curso de quatro anos (oito semestres) no segundo semestre de 2017, com uma mensalidade de R$ 500 (ou semestralidade de R$ 3 mil), não é bolsista e quer financiar 100% da mensalidade, ele vai ter previsão de formatura em agosto de 2021 e 18 meses de carência. Isso quer dizer que ele só precisará começar a pagar essa dívida em fevereiro de 2013. Sua dívida será de cerca de R$ 26 mil, e ele terá até janeiro de 2035 para devolver o dinheiro ao governo.
Este é o último semestre do Fies no modelo antigo. No início do mês, o Ministério da Educação (MEC) anunciou novas regras para o programa, com três categorias diferentes de financiamento, variando de acordo com a renda familiar do candidato, região do curso e juros.
G1 

Sumé investe em projeto de redução no consumo de energia elétrica

A empresa Computrônica Solar Energy, encerrou a primeira etapa do projeto de eficiência energética nos prédios públicos da Prefeitura de Sumé.
O projeto envolve retrofit de lâmpadas com tecnologia Led e melhoria da rede elétrica com injeção de energia solar e desempenho. De acordo com o diretor da Computrônica, Juarez Gouveia, a previsão de redução no consumo de energia nos prédios públicos é de 40%.
O projeto também prevê a reativação de funcionamento de sistemas solares para o bombeamento de água dos poços nos sítios Tigre, Terra Vermelha, Poeirão, Juá, Ingá e Pinhões.
O edifício sede do governo foi o primeiro a ser contemplado. Os próximos serão o hospital, a iluminação pública e demais repartições.

A partir da nova instalação, as medições serão feitas pela empresa habilitada, para equilíbrio de cargas, redução dos custos com energia e emissão de relatórios.

Cariri Ligado

Prefeitura de Prata realizará 5ª Cavalgada da Prata

A Prefeitura Municipal de Prata promoverá no próximo dia 6 de agosto, a 5ª edição da tradicional Cavalgada da Prata. A concentração começa às 8h, na Usina de Beneficiamento (Acoop), com saída prevista para as 10h.
Dentro da programação consta o desfile dos cavaleiros pelas ruas da cidade sentido Assentamento Zé Marcolino (Agrovila Laginha).
No assentamento, haverá forró pé de serra, a partir das 13h, além do almoço. Já às 16h30, os cavaleiros retornam para a cidade. Na cidade, a partir das 18h, acontecem shows musicais em praça pública, com a Banda Pedro Neto e Forró Prestando e Tony Lucco até a meia noite. Vale destacar que durante a toda a cavalgada terá a participação de aboiadores.

A 5ª Cavalgada da Prata é realizada pela Prefeitura Municipal de Prata e conta com o apoio do SEBRAE, Sicoob, Dep. Federal Welligton Roberto, Dep. Est. Ricardo Barbosa, Chácara José Bezerra, Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte, Projeto Alumiar e Governo do Estado.

Cariri Ligado

62 milhões de meninas não têm acesso à educação no mundo, diz Unesco

Ao menos 62 milhões de meninas no mundo não têm acesso à educação, enquanto dois terços dos analfabetos são mulheres, alertou nesta segunda-feira (24) em Santiago do Chile Irina Bokova, diretora da Unesco.
Durante uma visita à capital chilena, Bokova manifestou sua preocupação pelas dificuldades encontradas pelas meninas para acessar a educação. Essa é "uma das principais causas de exclusão social em muitas comunidades".
"A 62 milhões de meninas é negado o direito à educação", enfatizou a diretora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) em uma conferência na Academia Diplomática do Chile.
Bokova alertou ainda sobre a falta de igualdade educacional entre meninos e meninas em nível mundial: 60% dos países conseguiram alcançar a paridade na educação primária e só 38% na secundaria.
As mulheres representam dois terços dos 758 milhões de adultos analfabetos do mundo, o que "prejudica todas as sociedades, freia o desenvolvimento e mina os esforços de paz", acrescentou Bokova.
A diretora da Unesco participou desta conferência no contexto da "Agenda 2030 para o desenvolvimento sustentável" adotada pela ONU em 2015 e que contempla 17 objetivos com 169 metas de caráter integrado e indivisível que abarcam as esferas econômica, social e ambiental.
"A igualdade de gênero é um elemento central da Agenda 2030", concluiu Bokova.
G1 

Ibama recorre mais uma vez à Justiça para apreender o papagaio Leozinho

O Ibama (ligado ao Ministério do Meio Ambiente) recorreu à Justiça na quinta (20), em mais uma tentativa de apreender o papagaio Leozinho, que vive há 22 anos com Izaura Dantas, 94, uma idosa que mora sozinha em uma casa de Cajazeiras, na Paraíba.
O recurso é a peça mais recente de uma longa disputa judicial, apesar do entendimento de que afastar o animal do ambiente doméstico, para devolvê-lo a seu habitat ou entregá-lo a um zoológico poderá provocar a morte da ave ou agravar os problemas de saúde de sua dona.
Dona Izaura não tem filhos e vive com o papagaio e um cachorro. Em 2010, o Ibama recebeu uma denúncia anônima e tentou apreender o pássaro. Izaura teve uma crise de hipertensão e os sobrinhos recorreram à Justiça.
Uma medida provisória sustou a apreensão. Essa sentença foi mantida pelo Tribunal Regional Federal, no Recife, e pelo Superior Tribunal de Justiça, em Brasília.
Pela lei, a posse de animais silvestres em cativeiro é crime e infração administrativa. Até agora, porém, o Ibama não obteve sucesso. Leozinho ficou famoso e foi até alvo de reportagem no "Fantástico".
"Mesmo sendo crime a posse do animal, a melhor interpretação da lei deve evitar um dano ainda maior: o animal não vai se adaptar e dona Izaura pode ter um pico de pressão", diz o advogado João de Deus Quirino Filho, que representa a família.
O Ibama pretende que o ministro Og Fernandes, relator no STJ, reconsidere sua decisão provisória ou submeta o caso ao plenário.
O tribunal regional constatou que o papagaio "está totalmente adaptado ao ambiente doméstico e não há indícios de maus-tratos". Não seria razoável, retirá-lo de sua dona após tanto tempo, diz Fernandes, que está em férias e só poderá examinar o recurso em agosto. 
Folha de São Paulo 

Ricardo acusa Cartaxo de dobrar prestadores de serviços: ‘cadê o Ministério Púbico, cadê o TCE?’

O governador Ricardo Coutinho (PSB), nesta segunda-feira (24), continuou criticando a gestão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD). De acordo com ele, o administrador da capital dobrou o número de prestadores de serviço durante o seu mandato.
“E fez isso sem nem aumentar o número de escolas e não se cobra nada dele. Cadê o Tribunal de Contas, cadê o Ministério Público? Mas o Estado se cobra sempre, porém eu não tenho problema com isso porque faço o correto”, questionou.

“Não vai aceitar meu desafio porque mentira tem perna curta e ele não tem estrutura política para bater de frente com o projeto político que temos. Eu nem perco mais tempo com isso, sei o que fazer e quero tranquilizar e defender os trabalhadores das escolas: todos terão carteira de trabalho”, arrematou.  
Durante o programa de rádio Fala Governador, o socialista voltou a desafiar Cartaxo a provar que está privatizando a educação estadual na Paraíba, garantindo que o ex-aliado não faria isso porque é covarde e não tem condições de o enfrentar politicamente.


Yves Feitosa

'Aqui a a gente não terceiriza, a gente faz concurso', afirma prefeito Luciano Cartaxo ao criticar Ricardo

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), alfinetou o governador Ricardo Coutinho (PSB), durante o anúncio de um concurso para mais de 150 vagas nesta segunda-feira (24). O gestor também acrescentou que a visita que fez a Pombal no final de semana foi a convite do prefeito da cidade: 'política é isso'.
Cartaxo criticou a proposta do governador que pretende colocar Organizações Sociais para gerir a Educação no Estado, a exemplo do que acontece com o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e disse que Ricardo seria vaiado em qualquer lugar que fosse falar sobre terceirização. "Aqui a gente não terceiriza, mas faz concurso público como estamos anunciando hoje", alfinetou.
A respeito da visita do prefeito à Pombal, no Sertão da Paraíba, o gestor disse que foi a convite do prefeito, Dr. Verissinho (PMDB) e esclareceu que conversou e discutiu o modelo de gestão em João Pessoa. Além disso, o deputado federal Hugo Motta (PMDB) também foi convidado pelo prefeito da cidade, Cartaxo disse que o peemedebista teve uma votação expressiva e que é compreensível sua visita. "Tivemos diálogo e vamos manter sempre essa aproximação, acredito que política é isso", concluiu. 

Marília Domingues

Sandra Marrocos rebate Eliza Virgínia: 'reacionária, conservadora e quer cassar direitos adquiridos'

Para a vereadora Sandra Marrocos (PSB) as declarações da vereadora Eliza Virginia (PSDB) criticando a legislação que garante direitos às minorias são, no mínimo, absurdas e afirmou que ela pretende cassar direitos adquiridos.
A socialista, que é conhecida por estar ligada diretamente a movimentos feministas, criticou a postura da tucana, que na semana passada depreciou dispositivos da Lei Maria da Penha.
“É um absurdo a postura de Eliza. Como uma mulher se coloca contra a lei Maria da Penha? Na minha avaliação ela é uma pessoa reacionária, conservadora e que quer cassar direitos. Ela está na Assembleia e eu continuo vereadora e estarei combatendo tudo que ela colocar, que for contra direito adquirido”, criticou.
Paraíba Já 

'Se Cartaxo provar que estou privatizando educação, deixo meu cargo', desafia Ricardo Coutinho

O governador Ricardo Coutinho (PSB), nesta segunda-feira (24), respondeu as críticas do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PSD), sobre uma suposta terceirização nas escolas estaduais. Para o socialista, o gestor municipal não tem conhecimento sobre o assunto.
“Eu fico me perguntando como alguém que governa uma cidade deste tamanho não sabe o que é terceirização. O que estou fazendo é evitar a precarização da educação no estado, estamos dando carteira assinada para quem, hoje, não tem nenhum direito”, garantiu.
Ricardo continuou reprovando a gestão de Cartaxo: “ele está deixando a cidade entregue, jogada com um orçamento de R$ 2,5 bilhões enquanto eu, com muito menos, fiz muito mais do que ele. Ao invés de deturpar e mentir, ele deveria ir atrás de coisas que realmente fossem boas para a população.
"Eu faço uma aposta ao prefeito e qualquer autoridade. Se não for isso que estou dizendo, eu deixo o meu mandato, mas se for, eles que saiam para fazer um bem ao povo, deixar de trabalhar com mentiras. Se não aceitarem meu desafio, sabem que estão mentindo", provocou.

Yves Feitosa

CAMALAÚ: São Pedro Fora de Época no Pindurão é um sucesso

O São Pedro Fora de Época do Pindurão atraiu para aquela localidade milhares pessoas. Turistas de cidades vizinhas, como Jataúba, Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Caraúbas, Congo e da sede do município de Camalaú participaram do evento.
A festa foi muito organizada, e contou com uma estrutura jamais vista no Pindurão. A coordenação do evento ficou à cargo do prefeito Sandro Môco, que pessoalmente esteve no distrito praticamente três dias.

Os shows foram iniciados com Dejinha de Monteiro,e logo após Bedeu Quirino, encerrando com a banda pernambucana Decentes do Forró.

Cariri Ligado

Disqus Shortname

Hey, we've just launched a new custom color Blogger template. You'll like it - https://t.co/quGl87I2PZ
Join Our Newsletter